Scroll Top

ÚLCERAS


Úlcera

As úlceras são qualquer espécie de lesão superficial que ocorrem, por exemplo, no tecido cutâneo ou no mucoso.  As causas são variadas e podem ocorrer em diversos locais. Neste artigo vamos falar um pouco a respeito de úlcera considerando os seguintes tópicos:

 

  • O que é úlcera;
  • Como se adquire;
  • Quais são os sintomas;
  • Como é feito o diagnóstico;
  • Como é o tratamento;
  • Como prevenir.

 

O que é úlcera?

As úlceras são lesões superficiais que podem ocorrer em qualquer organismo. Todas as pessoas estão predispostas a desenvolverem uma lesão nos tecidos. Entretanto, assim como diversas outras complicações, existem pessoas que se tornam mais vulneráveis ao problema.

Estas lesões são espécies de feridas que rompem o epitélio e expõem tecidos mais profundos. Um tipo muito comum de úlcera é, por exemplo, a afta. As úlceras são de diversos tipos e podem acometer uma série de tecidos, as mais conhecidas são as que ocorrem no estômago, no duodeno e no esôfago.

A que atinge o duodeno é conhecida por úlcera duodenal. A que atinge o esôfago por úlcera esofágica. Já a que atinge o estômago por úlcera gástrica. Por se tratar do tipo mais frequente de úlcera, neste artigo abordaremos mais profundamente a gástrica, um mal que atrapalha o cotidiano de muitas pessoas.

úlcera

 

Como se adquire?

O estômago, assim como outros órgãos, possui um tecido que o reveste internamente e o protege. Neste caso, a mucosa serve como uma barreira contra a ação do suco gástrico, extremamente ácido, e caro à digestão dos alimentos. A úlcera é uma ruptura nesta proteção que pode ocorrer por muitos motivos. Os mais frequentes são uso abusivo de medicamentos ou infecções.

Genética, estresse e fumo são também fatores que influem no desenvolvimento de um problema do tipo. Em todos os casos o suco gástrico, devido a um dos pontos acima, acaba agredindo a mucosa e gerando uma ferida na região.

 

Quais são os sintomas?

As úlceras costumam gerar muita dor na região acometida. Dependendo do local da dor, da intensidade e da periodicidade, pode-se chegar a um correto diagnóstico. Percepção de queimação é muito frequente. Enjoo, vômito e sensação de peso são outros dos sintomas mais observados. A azia pode ser algo muito relacionado às ulcerações.

Em alguns casos pode não se notar diferença alguma no dia a dia, porém a úlcera está se desenvolvendo. Esta somente será notada quando a doença já está avançada, então surgirá sangue nas fezes ou no vômito.

ulcera locais

 

Como é feito o diagnóstico?

Diante dos sintomas mencionados acima a grande maioria dos pacientes logo procura por auxílio médico, já que o desconforto é bem grande. Através de uma conversa com o paciente e de exames clínicos o médico levanta algumas suspeitas com relação ao possível diagnóstico. Um exame como o de endoscopia pode ser a melhor alternativa para se chegar à certeza. Após o correto diagnóstico deve-se dar início imediato ao tratamento.

 

Como é o tratamento?

ulcerasNo caso da úlcera gástrica e de outras que agridem o sistema digestivo, o melhor a fazer é tratar a acidez local. Desta forma, para o alívio das dores e da queimação, é indicado o uso de antiácidos, que irão neutralizar o excesso de suco gástrico ou ainda inibir a momentaneamente a secreção.

Caso a úlcera seja resultado de alguma infecção deve-se utilizar antibióticos para suprir o problema. Uso abusivo de álcool e de tabaco também pode contribuir muito para o desenvolvimento de ulcerações, estas substâncias devem ser, se possível, cortadas da vida do paciente.

Assim que os sintomas diminuírem e a dor for controlada pode se interromper o uso dos medicamentos. Em casos mais graves uma intervenção cirúrgica será considerada.

 

Como prevenir?

Simples medidas podem ajudar a prevenir o surgimento de uma úlcera. Conforme mencionado acima o tabaco e o álcool são substâncias que irritam o sistema digestivo e, portanto, devem ser evitados. Alimentos muito gordurosos e frituras também tendem a agredir as mucosas deste sistema, sendo assim, uma dieta balanceada precisa ser adotada.

Evitar longos períodos sem a ingestão de algum tipo de alimento também é muito recomendado. O uso de medicamentos deve ser feito somente sob orientação médica, pois em muitos casos a administração indevida dos mesmos pode gerar consequências sérias à saúde.

16 Comentários

  1. Lidia disse:

    Eu tenho uma filha que a um ano e seis meses ela fez uma cirurgia na perna e por causa de uma fratura da tíbia e fíbula e ainda esta em tratamento mas ela me diz que tirou o gesso a uma semana e a perna dela tem uma ferida em que vi somente por foto pois estou um pouco longe dela e a minha preocupação é que a perna escorre um liquido e bem embaixo em cima de seu pé ., se possível me digam o que fazer pois passar e ter acompanhamento medico ela esta tendo mas nada esta acontecendo na melhora …sem mais grata pela atenção .

  2. Jucelia disse:

    A 1 anos atrás comecei sentir fortes dores e queimações no estômago,doía até as costas,vomitava frequentemente e minhas fezes eram escuras e as vezes vinham com sangue.Achava que eram gazes,mais a coisa foi se agravando,não conseguia comer nada,resolvi ir ao médico,fiz a endoscopia e a biopsia descobrir que estava com ulcera e ja tinha 8 cm, …Tomei um susto… com orientação do meu medico fiz o tratamento,repetir o exame e por Deus ja tinha tratado,meu medico disse que eu so iria ficar com gastrite que so eram pra evitar certo tipo de alimentos como:Café,Óleo gorduras,refrigerantes etc.Por um bom tempo fiz regime total,depois me relaxei comecei a comer de tudo até o que meu medico proibiu,to com o mesmo sitomas e parece que agora ta pior afs,to com medo de ir ao medico e ele me dar uma bronca.

  3. markiin mk disse:

    ola estou com dor no estômago e sinto a tarde e a noite todos os dia o que sera?

  4. gostaria de saber porque minha ulsera esta demorando a cicatrizar, pois ja estou a quase tres meses ela continua saindo um liquido na perna tipo furunco, mais a medica disse que se tratava de uma ulsera , mesmo tomando antibioticos com orientações medicas.

    • Miguel Lourenço disse:

      Olha Wellington as pessoas costumam fizer que quando as cicatrizes não saram é porque o nível de glicose(açúcar) esta muito alto…mais procure a orientação de um medico que ele vai te orientar……..

  5. ana maria tironi machado disse:

    Tenho dúvida na alimentação correta p ajudar na cicatrização da úlcera

  6. Assis felix disse:

    Que remedios a pessoa que tem ulcera no estômago pode tomar e por quanto tempo?

    • luiz eduardo disse:

      O certo é evitar a auto medicação, e procurar com urgência um especialista, que no seu caso é um gastroentrologista ou a opinião de clinico geral com residencia em cirurgia geral. Pois eles entende bastante. O tempo de tratamento e os medicamentos, junto com os exames só que vai poder dizer são as duas especialidades acima citada. Evite a auto medicação e com isso evite também um câncer de estômago ou esôfago. Fica a dica e um bom fim de semana.

  7. elaine maria rodrigues disse:

    pode existir ulcera na perna?

    • luiz eduardo disse:

      Sim. Principalmente se o individuo, for portador de alguma patologia. Como diabetes ou problemas de circulação, que venha atingir os membros inferiores e as extremidades do corpo.

  8. lya honda disse:

    adoreiiii tudoo

  9. Lisandra Mello Cavalcante disse:

    amei essa materia vou dar aula para meus alunos sobre isso

  10. luciana disse:

    Adorei as dicas de como evitar as doenças!

  11. DANIEL GOMES SEMENTE disse:

    gostaria de saber se os problemas de Úlcera podem provocar “prisão de ventre” e impotência sexual?

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: