Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Doenças > TROMBOSE | Sintomas, Causas e Tratamento

TROMBOSE | Sintomas, Causas e Tratamento

Trombose

A trombose é causada quando ocorre o desenvolvimento de um trombo, ou coágulo de sangue, dentro de um vaso ou de uma artéria. Com isto, o fluxo de sangue fica comprometido e uma série de complicações acaba sendo gerada. Neste artigo vamos falar um pouco a respeito da trombose considerando os seguintes tópicos:

 

  • O que é trombose;
  • Como se adquire;
  • Quais são os sintomas;
  • Como é feito o diagnóstico;
  • Como é o tratamento;
  • Como prevenir.

 

O que é trombose?

Todas as pessoas possuem um sistema de coagulação que deve agir sempre que ocorrer algum tipo de sangramento. As plaquetas, por exemplo, são células do sangue que atuam sobre um machucado ou um corte desenvolvendo trombos, ou coágulos, para que a perda de sangue no local não seja excessiva. Após um período, o vaso é recanalizado e o fluxo sanguíneo normalizado.

trombose

Algumas pessoas apresentam distúrbios neste sistema de coagulação. Com isto, trombos são formados em locais onde não há necessidade. Geralmente, os membros inferiores são os mais acometidos pelos trombos. Estes podem ocorrer tanto em veias como em artérias. Como a estrutura destes coágulos é bastante mole, um pequeno pedaço pode se desprender de uma veia e ser guiado através da circulação até os pulmões. Esta possibilidade, quando efetiva, ocasiona sérias complicações de saúde, como embolia pulmonar ou morte.

Caso o trombo se desenvolva, por exemplo, em uma artéria, outras complicações sérias também podem ocorrer. A trombose arterial, como é chamada nesta situação, costumar causar ataque cardíaco ou até mesmo algum acidente vascular no cérebro. Esta doença, portanto, é perigosa e precisa ser devidamente tratada.

 

Como se adquire?

Algumas pessoas estão mais predispostas do que outras à trombose. Fumantes, idosos e obesos, por exemplo, ficam mais vulneráveis. O uso abusivo de álcool e situações em que a movimentação devida fica impossibilitada, como longas viagens de avião, também acabam atuando como fatores contribuintes. Além disto, medicamentos como anticoncepcionais e outros de reposição hormonal também atuam neste sentido.

Predisposição genética, recentes cirurgias, colesterol elevado e hospitalizações por longos períodos podem, da mesma forma, acarretar em uma trombose.

 

Quais são os sintomas?

Em muitos casos a doença costuma ser assintomática por completo. Em outros, acaba gerando na região acometida dor, aumento da temperatura, inchaço, vermelhidão e endurecimento da pele. O local também pode adquirir uma aparência arroxeada. Quando diante destes sintomas as pessoas logo procuram por auxílio médico.

trombose veias

 

Como é feito o diagnóstico?

Exames clínicos logo levam o médico a suspeitar de um caso de trombose. Quando vermelhidão, inchaço e aumento de temperatura não ocorrem, exames mais específicos são pedidos pelo médico especialista como, por exemplo, uma flebografia ou uma ressonância magnética.

 

Como é o tratamento?

Este será realizado de acordo com a idade do paciente e com a saúde do mesmo. A extensão, o local e a intensidade da trombose também influirão na escolha do tratamento mais adequado.  Pode ser prescrito pelo médico o uso de medicamentos anticoagulantes ou de massageadores pneumáticos intermitentes.

 

Como prevenir?

Quando os sintomas são notados ou quando a pessoa já é mais predisposta a desenvolver quadros de trombose, algumas simples medidas podem ser tomadas com o intuito de prevenir novos casos ou de amenizar os já existentes.

trombose sintomasPessoas que possuem varizes, por exemplo, devem adotar o uso frequente de meias elásticas. Fumantes devem controlar a quantidade de cigarros ou, preferivelmente, evitá-los, de forma a controlar tromboses já existentes e impedir o surgimento de outras. Bebidas alcoólicas também devem ser ingeridas com parcimônia, assim como alimentos gordurosos e frituras. A dieta deve ser balanceada a fim de se evitar a obesidade.

Manter o corpo em movimento também é muito importante. Por isto, não permaneça longos períodos na mesma posição e pratique atividades físicas. Mulheres que possuem mais de 35 anos de idade devem tomar cuidado com o uso frequente de pílulas anticoncepcionais.

Todas as pessoas devem realizar constantemente visitas a um médico e fazer os exames de rotina. Desta forma o organismo pode ser devidamente monitorado e complicações médicas evitadas ou tratadas antes que sérios problemas surjam. Cuidar da saúde é fundamental, esta deve vir sempre em primeiro lugar. Por fim, nunca se automedique, remédios em excesso e utilizados indevidamente podem acabar gerando transtornos para o resto da vida.

Tags: , , , ,

7 Comentários

  1. Ecleia Cioli disse:

    Tenho tido dores no pé direito aonde tenho muitas varizes, e quaze não tenho podido andar. Lembrei de trambose e pesquisei aqui aonde tirei minhas duvidas e vou procurar um médico vascular com urgencia.Fico muito agradecida e espero que seja benefico para muitos.

  2. Daiane Souza disse:

    Eu menstruei dia 30 de janeiro e transei sem proteção no 10º dia de menstruação não foi uma situação planejada, logo em seguida tomei a pilula do dia seguinte, e fiz o exame beta hcg 8 dias depois deu negativo,senti sinais de menstruação no dia 03/02/13, mas ta vindo como borra de café e sinto cólicas, posso está grávida? por favor preciso dessa resposta.

  3. ruana disse:

    ola tenho 25 anos e tenho tvp trambose venosa profunda,ja estou em tratamento mas continuo comedo de dar embolia pulmonar,sera que corro risco de mas complicaçao mesmo fazendo o tratamento direitinho?

Deixe o seu comentário!