Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Doenças > TERÇOL no Olho, será que é contagioso?

TERÇOL no Olho, será que é contagioso?

O que é terçol?

É uma inflamação que acomete as glândulas das pálpebras. Também conhecida como hordéolo, esta complicação atinge uma região bem próxima à raiz dos nossos cílios. É algo bastante comum de ocorrer e gera um leve incomodo nos olhos. Não é uma doença contagiosa e seu tratamento é bem simples.

O terçol surge, geralmente, quando há contaminação e obstrução das glândulas de Zeiss e das glândulas de Mol pela bactéria Staphylococcus aureus. Estas são glândulas sebáceas presentes nas pálpebras junto aos folículos pilosos, responsáveis por produzir os cílios. A principal função destas glândulas é evitar o ressecamento e sintetizar gorduras.

Quando algo anormal ocorre e provoca obstrução na glândula esta fica vulnerável à contaminação por bactérias. O processo é bastante parecido com o que leva à formação de uma acne, por exemplo. A inflamação provocada pode atingir apenas uma pequena região na pálpebra ou ela como um todo. Diante dos sinais de terçol é muito aconselhável procurar por ajuda médica para que quaisquer outras complicações sejam isoladas. Esta enfermidade não costuma deixar sequelas ou provocar problemas muito sérios, entretanto, seus sintomas podem ser confundidos com os de outras doenças potencialmente perigosas.

terçol sintomas

 

Agente causador

A bactéria Staphylococcus aureus é quem provoca a infecção quando há obstrução das glândulas sebáceas da pálpebra. Esta é uma das bactérias mais comuns de serem encontradas na pele humana. Além do terçol ela também pode vir a provocar impetigo, furúnculo, foliculite e síndrome de pele escaldada estafilocócica, por exemplo.

O motivo da obstrução das glândulas pode ser bastante variado. Um dos principais fatores que poderiam levar a esta inflamação é a blefarite, complicação que gera o aumento da secreção de gordura no entorno dos cílios deixando os mesmos com aparência de caspa. O aumento da quantidade de gordura na região acaba provocando a obstrução das glândulas sebáceas e deixando o local vulnerável à proliferação de bactérias. Maus hábitos de higiene também podem levar à formação de um terçol. Deve-se tomar cuidado ao manusear lentes de contato e limpar toda a maquiagem antes de dormir.

 

Como se descobre a doença (diagnóstico)

Quando diante dos sintomas do terçol a pessoa logo tende a procurar por auxílio médico. Os olhos ficam inflamados e costuma surgir um pequeno ponto com pus na área da pálpebra. Esta inflamação por si só pode doer bastante e, devido ao incômodo, muitos buscam por um médico.

Apesar de o terçol ser uma doença autolimitada a inflamação pode ser recorrente ou muito prolongada. Para que não gere maiores complicações é extremamente indicada uma consulta ao médico. Além disto, é importante que se receba o devido diagnóstico para que outras enfermidades sejam excluídas. Doenças aparentemente simples podem ser apenas o início de outras bem graves, portanto, não deixe de consultar um médico.

Após o diagnóstico diferencial deve se dar início a um tratamento. Este é rápido, simples e indolor. Nunca realize automedicações, já que o uso incorreto de medicamentos acaba até mesmo piorando uma situação. Diante de quaisquer sintomas procure sempre por um profissional da saúde.

 

Sintomas

Após a obstrução da passagem e a proliferação das bactérias nas glândulas de Zeiss e nas glândulas de Mol uma inflamação é notada na região das pálpebras. Um pequeno nódulo vermelho parecido muito com uma espinha surge no local.  Com o tempo começa a haver leve prurido e aumento da sensibilidade dos olhos com relação à luz. Há a sensação de corpo estranho e uma dorzinha bem localizada.

A inflamação e a dor podem incomodar um pouco e o devido tratamento ajuda no alívio dos sintomas. Esta não é uma doença contagiosa, portanto, não há a necessidade de se utilizar óculos escuros e nem de isolamento. Entretanto, devido à aparência que certos casos de terçol podem adquirir tais medidas costumam ser utilizadas por certas pessoas para disfarçar o inchaço.

Após um curto período o terçol tende a desaparecer. Algumas medidas podem ser tomadas para amenizar os sintomas e agilizar a cura. Não hesite em procurar por auxílio médico para obter o correto diagnóstico de seu problema.

terçol

 

Prevenção

Qualquer pessoa de todas as idades está vulnerável a desenvolver um terçol. Esta complicação pode ser prevenida através de simples medidas como, por exemplo, nunca levar as mãos sujas aos olhos e evitar o uso contínuo de maquiagem. Além disto, toda maquiagem deve ser sempre retirada antes de dormir. Lave frequentemente o rosto e mantenha bons hábitos de higiene. Manter uma boa alimentação também ajuda na prevenção de não somente desta como de diversas outras doenças. Um organismo bem nutrido é um organismo forte e protegido de agressões variadas.

A grande maioria dos casos de terçol é provocada quando ocorre blefarite, um aumento da produção de gordura na região dos cílios. Estes adquirem a aparência de estarem com caspa e pode ser um fator de risco para o desenvolvimento de um terçol. Nestes casos se utiliza xampus especiais para fazer a limpeza da área. Lembre-se: nunca realize auto medicações. Sempre consulte um médico diante de quaisquer sintomas que seu corpo possa estar lhe enviando.

 

Tratamento

Simples, rápido e indolor. Este é o tratamento do terçol. Consiste basicamente na higiene da área afetada e da pele ao redor. Compressas mornas e úmidas podem ser aplicadas na região para ajudar na drenagem do conteúdo. Em alguns casos pomadas antibióticas e colírios também precisam ser receitados.

Caso este terçol não drene em algumas semanas pode ser necessária uma intervenção cirúrgica para remoção do mesmo. Um terçol que não receba o devido acompanhamento e tratamento pode acabar ocasionando uma celulite no local, ou seja, infecção no tecido condizente à pálpebra. Não se deve espremer e muito menos furar o terçol. Diante destes sintomas consulte um médico para receber as orientações mais corretas. Somente um profissional pode avaliar cada caso e indicar o melhor tratamento. Nunca deixe de lado os sinais que seu corpo envia, já que podem ser sintomas de algo muito mais complexo do que você imagina. Realize consultas periódicas a um médico e cuide bem da sua saúde. Ela deve vir em primeiro lugar.

Tags: , , , , , , , ,

10 Comentários

  1. Brenda disse:

    Muito clara a imformação, mas quanto a usar o óculos, se caso houver poeira no local é preciso?

  2. Mannu disse:

    gosteiiii…Informações muito boas

  3. Talos disse:

    Nunca peguei em anos de vida, mas apareceu 1 que após curado gerou mais 2. A cada vez que pisco sinto uma dor chata. Trabalhar com isso é terrível, queria poder descansar por uma semana com algodão e água quente no olho para sarar logo.

  4. Bruno disse:

    Gostei muinto, site claro e objetivo parabéns.

  5. MARIA JOSE disse:

    GOSTEI FOI MUITO IMPORTANTE PRA MIM

  6. Rafael silveira disse:

    Por coincidencia meus dois filhos tiveram tercol no mesmo periodo com diferenca de 4 dias, atribuo esta situacao a contagio.

  7. Beatriz disse:

    eu gostei muito bom saber que três sol e isso estou com bem grande

  8. leonardo disse:

    muito clara a explicação!

  9. karoline disse:

    mas se por acaso não melhorar so inchar mais o que devo fazer

Deixe o seu comentário!