Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Doenças > Sarcopenia

Sarcopenia

Um pouco sobre a doença

Sarcopenia é uma doença caracterizada no paciente que perder a força muscular e afeta principalmente pessoas idosas, a partir dos 65 anos.

Perder a força muscular implica também na composição e densidade do metabolismo capilar e também da glicose. A doença pode afetar a vida do paciente ao ponto de que o idoso que sofre de sarcopenia perca a vida independente, passando a necessitar de pessoas por perto e cuidados especiais constantes.

A doença causa também a queda do paciente, que por não ter força na musculatura, passa por situações de quedas e tombos. Por esse motivo o paciente deve evitar subir e descer escadas, além de passeios e caminhadas sem o auxilio de outra pessoa, que possa amparar em caso de alguma queda.

Perder a força nas fibras musculares é um dos motivos que causa a doença e tem como características a densidade capilar e fadiga.

As atividades mais simples do dia a dia realizadas pelo paciente tornam-se mais complexas, pois o paciente vive em risco de fraquezas e por isso é importante não deixar o paciente sozinho.

sarcopenia ressonancia

Como se adquire

A doença é um reflexo da idade e uma consequência em nossa vida, por isso não há ações e efeitos realizados pelo paciente que causa à doença.

Não são todos os idosos que sofrem desse problema. Os fatores que determinam pacientes a terem a sarcopenia são geralmente crônicos e também indícios de como a pessoa levou a vida, em relação a alimentação, prática de exercícios e atividades que levam ao bem estar de cada um.

 

Sintomas

Para identificar a doença é importante ficar atento aos sinais que a sarcopenia deixa, como por exemplo, a dificuldade em levantar da cadeira e sofá sem ter o apoio das mãos, já que a doença causa a perda da força muscular.

Outro sintoma importante é que os pacientes que sofrem da doença também passam por dificuldades para fazer caminhadas e ficar de pé sem o apoio de outra pessoa ou até mesmo de muletas, como acessório de base.

Sarcopenia

 

Como é feito o diagnóstico

Os exames mais utilizados para identificar a doença são os que permitem visualizar a parte interna do corpo do paciente, como a tomografia computadorizada, ressonância magnética e radiografia.

Com esses exames, o médico ortopedista já consegue identificar o problema o traçar uma linha de tratamento direcionada a cada paciente, que geralmente consiste em atividades físicas que possam dar novamente a força aos músculos do idoso que sofre de sarcopenia.

 

Como é feito o tratamento

Uma das melhores formas de tratar a doença é a prevenção dela com atividade física regular desde sempre e não apenas quando chega à idade e começa a sofrer da doença.

Mas aos pacientes que não tinham esse hábito e foram diagnosticados com a doença, vão precisar mudar a rotina e incluir atividades saude do idosofísicas no dia a dia, pois o tratamento da sarcopenia é baseado em exercícios que podem ajudar a fortalecer os membros que perderam a força e acarretam todos os problemas na vida do paciente, inclusive a perda de autonomia para realizar as atividades básicas, como andar, sentar e se levantar com facilidade.

Além da inclusão de exercícios físicos e caminhada, o paciente que está em tratamento da doença precisa também mudar os hábitos alimentares e incluir alimentos que contenham proteínas, o que contribui no fortalecimento dos músculos.

Os exercícios que o paciente vai executar devem atender as grandes regiões de massas musculares e é necessário dar atenção para exercícios que possam agir no metabolismo aeróbico de cada idoso.

Nas caminhadas, e importante que haja cautela, principalmente para que não era adepto a correr ou caminhar no dia a dia. Esse exercício deve ser feito diariamente, mas a princípio o paciente deve começar com trajetos curtos e nunca sozinho, pois esse é um processo e não significa que o paciente não terá mais dores e fraqueza nos músculos.

Outra dica essencial é não se esquece de levar durante a caminhada água, para que a pessoa não fique desidratada.

A dieta deve ser orientada pelo médico do paciente junto com as coordenadas de um nutricionista, que pode indicar quais os alimentos que contém as vitaminas necessárias e também a quantidade necessária por dia, para que não haja excessos de um tipo de alimento e vitamina e o paciente deixe de cuidar de outros pontos da saúde, que também exigem cuidados com a alimentação.

 

Como prevenir

Existe uma forma de minimizar a doença, que é a pratica de exercícios físicos que podem fortalecer os músculos.

O treinamento progressivo pode contribuir no aumento de força e volume dos músculos dos idosos e se houver ainda o uso de suplementos alimentares indicados por algum nutricionista às possibilidades aumentam.

Exercício físico adequado junto com dieta balanceada, receitada e orientada pelo médico do paciente, que já conhece todo o histórico clínico, são aliadas para a melhor qualidade de vida e prevenção da sarcopenia no idoso.

TEMOS MAIS ARTIGOS PARA VOCÊ:

2 comentários em “Sarcopenia

  1. Eu foi denosticado com Sarcopenia recentemente. Tenho 79 anos e de um dia para a outra senti a fraquesa. Uso muleta para andar e depois de uma serie de exames, serei tratado por um medico especializado em esportes. Tenho esperança de recuperar a força que falta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>