Osteofitose | bico de papagaio

Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Doenças > Osteofitose | bico de papagaio

O que é Osteofitose?

Também conhecida como bico de papagaio, a doença é caracterizada por lesões nas articulações vertebrais. Isso acontece por conta das posturas erradas ao longo da vida. E, ao chegar a idade da velhice, os sintomas tendem a serem mais fortes e constantes.

Em consequência a osteofitose, o paciente pode desenvolver problemas reumáticos, como a osteartrose lombar, por exemplo.

A doença também é conhecida como bico de papagaio justamente pela imagem que aparece quando o paciente passa por uma radiografia.

Com o passar dos anos mantendo uma má postura, isso passa um carga de sobrepeso na região e com isso, a região toma um aspecto errado na postura e causa dores e incômodos ao paciente.

Leia também sobre: Hérnia de disco; Lombalgia;

osteofitose

 

Como se adquire

A causa frequente dessa doença é sem dúvida a má postura no dia a dia das pessoas. Junto com essa principal ação, pequenos traumas e esforço repetitivo contribuem para o desenvolvimento da doença.

Pessoas que trabalham com computadores são um dos principais pacientes desse problema. O longo tempo na mesma posição faz com que a pessoa se incline para a frente, causando dores nas costas.

É aconselhável que a cadeira sempre esteja na posição adequada para cada tipo de pessoa, ou seja, as costas devem estar no encosto da cadeira, proporcionando mais conforto e contribuindo para o bem estar da postura.

 

Sintomas

O principal sintoma da doença é caracterizado pela dor, que se torna constante a cada dia.

Se o paciente fizer esforços físicos a dor tende a piorar.

Muitas vezes o paciente releva esse sintoma e toma compridos e remédios que agem para aliviar a dor, mas isso não é suficiente.

É preciso tratar o problema de acordo com a necessidade e gravidade de cada situação. Ao notar as dores e considerar a forma errada da postura no dia a dia, é importante procurar um médico ortopedista que possa contribuir auxiliando com o tratamento e com dicasbico-de-papagaio para levar o dia a dia de forma que não seja agressiva a doença que já existe e acompanha o paciente.

 

Diagnóstico

Considerando os sintomas relatados pelo paciente, além de estudar a forma de postura no dia a dia da pessoa, é necessário realizar uma radiografia, que possa mostrar a exata situação da região afetada, a coluna do paciente.

Depois de analisar os sintomas, os hábitos do dia a dia e também a radiografia, o médico já consegue diagnosticar o problema do paciente, passando para a fase do tratamento e dicas para levar o dia a dia sem sentir dores e desconforto.

 

Como é feito o tratamento

Para tratar o problema, o médico considera todas as características de cada paciente, e além do uso de medicamentos o paciente deve se submeter a prática de exercícios regulares, que possam contribuir para estabilizar o problema, contribuindo na remoção das dores do paciente.

A primeira tentativa consiste em mudar os hábitos da pessoa e tentar corrigir o problema causado durante anos de postura errada. Para isso, o paciente deve incluir no dia a dia a atividade física, massagens e também, no começo do tratamento o paciente faz o uso de medicamentos que trabalham no alívio dos sintomas.

Em outro processo, se a primeira etapa não apresentar resultados positivos, o paciente pode ser submetido a um procedimento cirúrgico. Com isso, o tratamento leva mais tempo, pois além das práticas habituais é necessário seguir a risca um pós-operatório com cuidados especiais para cada tipo de pessoa e paciente.

 

Como prevenir

Além da principal maneira de prevenir a doença, que é controlar a postura correta, alguns exercícios físicos ao longo da vida, realizados no dia a dia podem contribuir com a prevenção da doença. Dentre os principais métodos destacam-se a hidroginástica, natação e também o alongamento, que deve ser feito diariamente.osteofitose-sintomas

Evitar problemas de obesidade ajudam, pois o excesso de peso pode sobrecarregar a coluna e mesmo que a pessoa não mantenha hábitos irregulares pode desenvolver a doença.

Para quem já é vítima doença, apara aliviar os sintomas de dores, o paciente pode realizar compressas de água quente na região afetada. Essa ação ajuda a diminuir a dores.

Durante todo o processo de tratamento e também de prevenção da doença, é necessário que o paciente mude o estilo de vida e inclua atividades físicas no dia a dia.

Para quem já é adepto aos exercícios físicos é necessário saber se os exercícios são realizados da forma correta, pois às vezes, o paciente executa as atividades de forma irregular e isso também contribui para problemas na coluna ou dores em geral, espalhadas pelo corpo.

Vale ressaltar que essa doença é desenvolvida ao longo dos anos e para que o sucesso seja aparente é necessário que os hábitos saudáveis no dia a dia sejam realizados desde sempre para garantir a qualidade de vida do paciente, evitando dores e desconforto na região da coluna.

Tags: , , , , , ,

2 Comentários

  1. GUIMARINA MARTINS BARASUOL disse:

    Eu estou com osteofitose é horrível as dores e gostaria de receber informações sobre os principais alongamentos que devo fazer para acalmar as dores ou quais são as atividades físicas mais recomendadas para que tem esse tipo de problema. Sou professora tem 44 anos e trabalho o dia em pé. Gostei muito das informações aqui contidas.

  2. erli ribeiro duarte disse:

    boa tarde sou erli mg sinto forte dor sobre a coxa direita e nas costas também, foi constatado que tenho bico de papagaio quando tomo ante inflamatório a dor passa mas quando passa o efeito do remédio a dor volta , qual seria o exercício ideal para melhorar ou q tenho de fazer?

Deixe o seu comentário!