Mixedema

Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Doenças > Mixedema

O que é Mixedema?

Quando a pessoa sofre de hipotireoidismo grave, leva-se o nome de mixedema, que reflete a gravidade do problema e pode levar o paciente ao coma.

Geralmente são mulheres que sofrem desse problema e existem três variedades do problema, são elas: a mixedema espontânea, que acontece em adultos, a mixedema congênito e também a mixedema operatório.

A doença é caracterizada pela desordem que reflete na pele e nos tecidos. Esse edema é duro e tem um aspecto de pele opaca.

Quando a doença aparece, os edemas se despertam na face, pálpebras e também formam bolhas nos olhos. Todo essa situação acontece em decorrência do hipotireoidismo.

A doença é considerada rara e além de fazer mais pacientes mulheres, as idosas estão mais vulneráveis também ao desenvolvimento desse problema.

Por conta da extrema temperatura de frio, o problema tende a surgir geralmente no inverno.

A doença também é diagnosticada em pacientes que já fizerem o tratamento e remoção da tireóide, mas com o tratamento que expõe a radiação, alguma glândula adjacente aparece e desenvolve a doença.

Infográfico sobre doenças da Tireoide.

tireoide

 

Como se adquire

Pacientes que sofrem de hipotireoidismo.e não tratam dessa doença, pode deixar que o problema tome gravidade e proporções de complicações da doença. Quando isso acontece o nome da enfermidade é mixedema.

Portanto, o desenvolvimento da doença está ligado automaticamente com a tireóide. Quem fica muito exposto ao frio e também sofre de qualquer tipo de infecção, pode desenvolver a doença.

Alguns medicamentos, tranquilizantes e uso de drogas também podem ser referência para o desencadeamento da doença.

 

Sintomas

mixedema-hipotireoidismoAs principais características da doença são os edemas que se desenvolvem na face, pálpebras e algumas bolhas que aparecem em torno dos olhos.

Não existem estudos que expliquem essas condições de sintomas, mas tanto os edemas quanto as bolhas de sangue podem aumentar e há indícios que esse sintoma esteja ligado a proteínas.

Todos os sintomas têm caráter temporário, pois podem ser contidos quando o paciente realiza o tratamento adequado.

 

Diagnóstico

O médico que já é responsável pelo tratamento de hipotireoidismo pode com facilidade diagnosticar o paciente dessa nova doença.

Em paralelo, o paciente pode desencadear outros problemas de saúde, como síndrome de fadiga crônica, problemas como insuficiência digestiva, depressão e doença de Parkinson.

 

Como é feito o tratamento

O tratamento dessa doença baseia-se basicamente ao uso de medicamentos. Estes devem ser devidamente receitados e indicados pelo médico responsável no tratamento da tireoide, visto que esse problema só acontece em decorrência dessa doença.

Quem sofrer dessa doença não deve interromper o outro tratamento médico, que é o da tireoide. É possível levar os dois tratamentos em paralelo. Se for necessário suspender algum processo ou medicação, o profissional de saúde que estará por dentro de todo o histórico médico poderá auxiliar com qual tratamento deverá haver mudanças na rotina.

Contudo, não mude alimentação nem os hábitos pertinentes ao tratamento do hipotireoidismo.

MIXEDEMA

 

Como prevenir

A doença se desenvolve pelo tratamento incorreto no caso do hipotireoidismo e isso acontece por conta de pacientes que não seguem as orientações médicas.

Neste caso, a forma de prevenção da doença é seguir corretamente todo o processo de tratamento da doença já existe, assim, o paciente garante a sua saúde e evita novos problemas e transtornos, onde o único prejudicado é o próprio paciente.

Não se deve fazer uso de medicamentos sem o aconselhamento do médico. Essa ação não contribui para o tratamento de mixedema, mas atrapalha o andamento do primeiro processo de cura, o da tireoide. Por isso, automedicação e ações que não estão na lista de cuidados médicos prejudicam a saúde do paciente e ainda contribuem para o desenvolvimento de outras enfermidades.

Tags: , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!