Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Cirurgias Plástica > MAMOPLASTIA – REDUÇÃO E PROTESE DE SILICONE

MAMOPLASTIA – REDUÇÃO E PROTESE DE SILICONE

A mamoplastia é o nome da cirurgia plástica para aumento (mamoplastia de aumento) ou redução (mamoplastia de redução) das mamas humanas. O aumento pode ser realizado por meio de acréscimo de silicone, enquanto a redução é realizada por retirada de parte do tecido mamário objetivando redução de volume. Neste artigo estarei listando ambos os modos cirúrgicos da mamoplastia, buscando enfatizar vantagens e desvantagens de ambas os modos.
Leia também sobre Mastopexia

A mamoplastia redutora

Tem como objetivo reduzir significativamente o volume das mamas, eliminando dores nas costas, pescoço, ombro e principalmente acabando com aquele cansaço excessivo ao praticar esportes. Essa cirurgia além de diminuir o volume das mamas, também diminui proporcionalmente o tamanho das auréolas, fazendo proporções menores, esteticamente desejáveis. A mamoplastia redutora é uma das únicas cirurgias plásticas que pode ser totalmente ou parcialmente coberta por seu plano de saúde. A mamoplastia redutora deixa uma visível cicatriz horizontal pelas mamas, porém quando o paciente segue as recomendações médicas rigorosamente, a cicatriz vai desaparecendo com o passar do tempo. No período pós-cirúrgico o paciente deverá repousar durante uma ou duas semanas para retornar as atividades normais, durante esse tempo desconfortos e poucas dores são frequentes, recomendo seguir a orientação do seu médico para aliviar as dores. As atividades físicas devem ser feitas após o primeiro mês depois da cirurgia, tempo em que também já se pode apreciar o tamanho e formato das mamas. A mamoplastia redutora apresenta poucos riscos, a perda da sensibilidade é o mais natural deles. Após a cirurgia a sensibilidade nas mamas pode ser perdida pelo fato de que os nervos, responsáveis pela sensibilidade do local, são invisíveis, o cirurgião tem que tomar muito cuidado para não corta-los. Quanto maior o volume das mamas maior a probabilidade da perca de sensibilidade local. Outro problema que a maioria dos pacientes tem depois da cirurgia é relacionado à assimetria. Na hora da cirurgia redutora o cirurgião pesa o tecido mamário para tentar deixar ambas as mamas com tamanho e formato igual, porém, o denso tecido mamário pesa mais que a gordura e não existe uma medida científica exata para verificar isso. Nessas horas profissionais experientes fazem jus ao nome.

 

Mamoplastia de aumento

Proporciona satisfação e autoestima imediata, uma vez que a paciente já se vê com o corpo diferente após a cirurgia. Apesar de gratificante a mamoplastia de aumento tem alguns riscos que devem ser considerados, a mesma pode contribuir com seios assimétricos, caídos e tubulares. Em pequenos casos de seios assimétricos pode-se fazer um implante de silicone no seio menor para que o tamanho fique igual ao maior, contudo se à assimetria for de grande relevância há necessidade de uma mamoplastia redutora no seio maior. O paciente precisa ter em mente que a mamoplastia de aumento vai apenas dar volume as mamas, descartando possibilidades de levantamento ou eliminação de pele excedente, nesses casos é recomendado uma mastopexia após a mamoplastia de aumento. Em caso de seios tubulares existem dois graus de problemas, por assim dizer. No grau inicial os seios tubulares (seios pequenos, pontudos e com aréolas largas e abaloadas para fora) o paciente necessita passar por uma pequena cirurgia objetivando o aumento na base dos seios e a redução das auréolas mamárias. Em casos que o grau é avançado a cirurgia é um pouco mais complexa, nesse caso o cirurgião fará uma incisão cirúrgica ao redor dos mamilos para correção do problema, após feito isso o cirurgião fara uma segunda mamoplastia de aumento. Dores e desconfortos são previsíveis nos primeiros 30 dias após a cirurgia, indicações médicas evitarão grandes desconfortos para o paciente da mamoplastia. Atividades de grande esforço físico só devem ser realizadas após 30 dias da cirurgia, menos que isso o paciente coloca o implante e sua saúde em risco. O risco da cirurgia de aumento mamário são os mesmos do que os de redução; perda de sensibilidade e assimetria.
O preço da cirurgia plástica denominada mamoplastia varia entre R$2000 a R$8500, dependendo da clínica escolhida, material utilizado na prótese a ser implantada e cirurgião. Sempre é bom lembrar que cirurgiões renomados e experientes são mais indicados em cirurgias plásticas.

TEMOS MAIS ARTIGOS PARA VOCÊ:

9 comentários em “MAMOPLASTIA – REDUÇÃO E PROTESE DE SILICONE

  1. estou querendo fazer uma monoplastia. tenho 23 anos 1 filho meu seios ja eram grande ai com a gravidez aumentaram mais ainda. nem uma roupa dar certo pra mim nunca vou a praia pq nem um biquine serve, sinto muita dor nas costas e sempre cento curvada sinto dor na coloca por causa do peso das mamas. meus seios são grande flacidos e caido. me ajude preciso de uma cirurgia.

  2. Tenho mamas grande e quero muito redusir,me causa dores lombar e nos ombros
    Mas gostaria de saber se a mamoplastia ja resolve ou se tenho quer por silicone tambem depois da mamoplastia?

    1. Eu tenho uma prima que tava na mesma situação. Não precisa colocar silicone depois, as pessoas que colocam o fazem por motivos de estética. mas a redução das mamas já sanariam os problemas de dores e desconfortos causados pelo peso das mesmas.

  3. tou querendo fazer uma momoplastia pois tenho os seio grande e bem flacidos, depois quero coloca protese de silicone,,gostaria de sabere se devo fazer so a momoplastia, ou se devo fazer a mamoplastia e coloca a protese ,,ou sera que so a mamoplatia resolve o meu poblema,,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>