GASTRITE

Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Doenças > GASTRITE

Algumas curiosidades sobre a Gastrite

Gastrite é uma inflamação no estômago, um dos órgãos que compõe o sistema digestivo e responsável por receber tudo que ingerimos. No estômago ficam células que produzem ácido clorídrico e revestindo o órgão temos uma mucosa, que protege a ação do ácido e a gastrite é justamente a inflamação dessa mucosa de revestimento.

 

A doença é caracterizada por dois tipos: a gastrite crônica e a aguda. Ambas podem ser tratadas e chegar à cura, mas para isso é preciso um diagnóstico precoce e tratamento correto e adequado.

 

  • Gastrite crônica – A bactéria que causa a gastrite crônica é a Helicobacter pylori, que se instala e permanece bem nos ambientes ácidos e por isso destrói a mucosa que protege o estômago e causa a doença.

 

  • Gastrite crônica – Pode ser diagnosticada por um exame chamado endoscopia, que visualiza como está o estômago. A gastrite crônica é uma consequência do contato da mucosa com elementos irritantes e infecções bacterianas virais.

 

  • Gastrite aguda – Pode ocorrer sangramento interno e dores praticamente insuportáveis.

gastrite

 

Quais são os sintomas;

A gastrite crônica é mais difícil de ser identificada precocemente, pois dificilmente aparece algum sintoma e o paciente só consegue descobrir a doença quando se tem uma crise e passa por alguns exames médicos.

Já no caso da gastrite aguda, existe uma relação de sintomas onde o paciente consegue identificar a possível existência do problema e procurar ajuda médica. Geralmente o paciente vai sentir dores de estômago, e na prática, a queixa é de dor na boca do estômago. A dor pode vir acompanhada de azia ou queimação, se houver retorno do suco gástrico por defeito no esfíncter, estrutura muscular que controla a comunicação entre esôfago e estômago. A azia pode piorar quando a pessoa se deita depois de uma refeição mais volumosa ou rica em gorduras.

Alguns outros sintomas também podem identificar a gastrite, confira:

  • Indigestão
  • Gases
  • Desconforto na região abdominal
  • Dor na região abdominal superior
  • Falta de apetite
  • Refluxo
  • Fraqueza
  • Enjoo
  • Arrotos
  • Emagrecimento
  • Vômito ou ânsia de vômito
  • Dor de cabeça

 

Como é feito o diagnóstico;

Com base nas informações passadas pelo paciente e um exame de endoscopia já é possível identificar a doença. Em alguns casos mais delicados existe a necessidade de realizar uma biópsia, que se resume a retirar fragmentos da mucosa do estômago que está com a bactéria, para uma análise mais aprofundada via microscópio.

gastrite sintomas

 

Como é o tratamento;

O tratamento adequado deve sempre ser indicado pelo médico, que irá avaliar qual o tipo de gastrite do paciente e qual a medicação e alimentos indicados para cada caso.

No geral, é importante seguir algumas dietas e evitar alguns alimentos e bebidas como alimentos gordurosos e frituras, sucos de frutas ácidas como laranja, limão, abacaxi, acerola, entre outros. Alimentos em conservas, café, chocolates, bebidas alcoólicas e gasosas, como refrigerantes também devem ser evitados, principalmente durante o tratamento, pois o consumo destes provavelmente levará o paciente a ter uma crise de dores e todos os sintomas que relacionam a doença.

 

Como prevenir;

Controlar a alimentação, preferencialmente comendo sempre em horários corretos e não ficando mais que quatro horas sem ingerir nenhum alimento já podem ajudar a evitar a doença. Faça sempre um lanche após o almoço e antes do horário de um café ou jantar.

É importante realizar as refeições em um ambiente tranquilo e sem pressa, o que geralmente não acontece, pois a correria do dia a dia não permite que muitas pessoas sentem-se à mesa e faça uma refeição sem contar no tempo, isso atrapalha a mastigação e pode causar a doença.

No jantar, dê preferência para alimentos mais leves e evite a ingestão de qualquer tipo de alimento no meio da noite. Frutas, com exceção das ácidas, e cereais são bem vindos, além de atuarem como prevenção de câncer no estômago, ajudam a normalizar o funcionamento do intestino.

Para quem fuma é um grande problema, pois além dos problemas já conhecidos do tabaco, é também um aliado da gastrite e pode manifestar a doença em pacientes fumantes. Então, a dica também é parar de fumar.

Alimentos que contém condimentos como pimentão e picles são marcados pela difícil digestão. É bom dosar e evitar o consumo de lanches ou alimentos que contenham esses ingredientes. Salgadinhos também devem ser evitados. Não precisa banir de vez o consumo, mas é importante que haja um cuidado para não ocorrer exageros no consumo de alimentos que prejudicam e podem causar doenças.

Refrigerantes e bebidas alcoólicas são líquidos que em conjunto com os demais alimentos e hábitos errados, podem causar a gastrite. Um cuidado especial com relação a estas bebidas também deve ser tomado. Por exemplo, troque refrigerante e cerveja nas refeições do dia a dia, tome um suco natural ou água e deixe o gasoso e alcoólico para situações do fim de semana e festas que ocorrem casualmente, já ajuda e a pessoa não precisa eliminar o consumo sempre, basta controlar.

Tags: , , , ,

7 Comentários

  1. DEUZA MARIA disse:

    Tive esofagite, fui medicada, porém ainda continuo com crises de gases no estômago. Todavia es dicas informativas foram muito importante, pois esclarece de forma clara o sintomas dos dois tipos de gstrite, bem como o consumo de alimentos que podem piorar o quadro.
    Obrigada, valeu!
    Deuza

  2. Aline Fazolin disse:

    oi pessoal
    interessantíssimo o texto explicativo sobre a gastrite
    eu já suspeitava que estava com a doença
    agora tenho certeza… mas também aprendi como evitar.
    também sei que é necessário o auxílio de um médico
    abraços, obrigado.

  3. MARCIO disse:

    MUITO BOM PARABÉNS GOSTEI,CONTINUEM CADA VEZ MELHOR.

  4. daiana disse:

    ola tenho gastrite e hoje não estou aguentando de dor o que eu faco,o que tomar?preciso tbem de uma dieta obrigado

  5. cleu disse:

    olla eu acho q tou com isso q td fala no texto enjou fraqueza queimaxao falta de apetite emagrecimento dor abdominal etc

  6. vanderlei silvio lucio disse:

    A gastrite me acompanha há mais de 40 anos. Passam alguns anos e ela volta. Bebo muito aos sábados mais nada durante a semana. Quando aperta faço um bom tratamento acompanhado por dieta rigorosa. Hoje com 60 anos estou lutando com uma dessas crises há 60 dias e me sinto praticamente sarado. O medicamento que estou tomando é esomeprazol 40 mg 1 vez ao dia, antes do
    café da manhã. A dieta é muito importante. Dessa vez emagrecí, mas acredito que seja pela dieta.

  7. Vladimir disse:

    bom dia, sou vladimir Gomes, sou da Guiné-Bissau, a ja dois meses que convivo com essa situação, csegui todos os conselhos medicos e nutricional e para dizer a verdade ja parei de sentir queimações e dores, mas até agora fico com amigdalas um pouco inflamado e sem dor. sera que podem me orientar melhor ?

Deixe o seu comentário!