Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Artigos sobre Saúde > Gases Intestinais

Gases Intestinais

O que são Gases Intestinais?

Também conhecido como flatulência ou mais famoso com o nome de “pum”, gases intestinais consistem no acúmulo do ar que é produzido pelo sistema gastrointestinal. Isso causa sensação de desconforto abdominal e está ligado principalmente com a alimentação.

O problema não pé necessariamente uma doença que cause danos á saúde. Acontece que pode causar situações constrangedoras e de grande desconforto a quem sofre de gases.

Existem muitos chás e remédios considerados como caseiros, mas o ideal é seguir uma dieta recomendada por um médico, pois é mais eficaz e resolve o problema, não apenas diminui os efeitos e sintomas.

Há alguns estudos que apontam, pacientes em fase adulta a expelir gases até vinte vezes ao dia. Essa situação pode ser revertida com alimentação.

gases intestinais

 

Como se adquire

Os gases são provenientes de bactérias que fazem parte de todo o processo digestivo de tudo que consumimos. Alimentos ricos em carboidratos e gordura são os principais causadores desse problema.

Existem alguns alimentos que causa mais gases do que os outros. Neste caso o ideal é que se faça um consumo adequado de cada alimento. Um médico pode orientar qual a quantidade e periodicidade correta de cada alimento.

Os principais alimentos que causam efeitos gasosos são o feijão, ovos, repoljo, milho, brócolis, alho, batata, refrigerante dentre outros diversos.

É necessário que um médico avalie a dieta que cada paciente deve seguir. O consumo em excesso dos alimentos que causam o problema é a maior motivação dos sintomas.

Junto a alimentação inadequada, a falta de exercício físico também é um dos motivos para o desenvolvimento de gases.

A carne de porco também pode causar os efeitos dos gases.

 

Sintomas

Os sintomas que caracterizam os gases são dores abdominais, mas outros sinais podem identificar o problema, são eles o inchaço abdominal, sensação de fraqueza e também sequencia de arrotos.gases-no-estomago

Além disso, quando se expele o pum, que em alguns casos podem ser mal cheirosos, esse é sinal que também ajuda a identificar o problema.

 

Diagnóstico

O diagnostico do problema é feito com base nos hábitos e histórico alimentar. È possível que o médico peça uma listagem de como foram os últimos dias com relação aos alimentos ingeridos, pois o problema está ligado diretamente com o modo de se alimentar, quais os alimentos e em que quantidade estão sendo consumidos.

É possível também que seja solicitado um registro da quantidade de gases que são expelidos por dia. Isso ajuda a identificar o problema e também a possível gravidade.

Com base nesses registros é possível que o profissional possa avaliar a motivação dos gases e auxiliar o paciente a uma alimentação adequada, que evita a exposição do paciente a esse problema, que causa desconforto e muitas vezes constrangimento a quem passa por situações de gases em público.

 

Como é feito o tratamento

Com base na motivação dos gases, o médico vai aconselhar o paciente a uma dieta, que contenham os alimentos necessários para consumo no dia a dia. Dentro da dieta o paciente deve também controlar a quantidade de tudo que se ingere.

Poucos casos precisam de tratamentos com base em medicamentos. Geralmente é feito com base em alimentação adequada.

Refrigerante está na lista das bebidas que causam esse problema. Durante a refeição é mais saudável que se bebe água ou suco natural de frutas, pois evitam o problema como gases.

A motivação de gases em uma pessoa não necessariamente será a motivação em outra pessoa. Por isso, os alimentos e dieta não servem de modo geral. È necessário que se passe em consulta médica para avaliar a dieta ideal.

Além de realizar uma alimentação adequada, é importante que diariamente o paciente execute exercícios físicos que auxiliam também na questão dos gases.

 

Como prevenir

A melhor forma de tratar desse problema chama-se dieta.

A alimentação está diretamente ligada com a produção de gases pelo organismo. Neste caso é essencial que o paciente siga uma dieta recomendada pelo médico.gases

Bebidas com gás devem ser evitadas e também gomas de mascar, que ajudam ao desenvolvimento desse problema.

Na hora de se alimentar é importante que se faça com calma, para que a mastigação faça toda a parte necessária que contribui para o processo de digestão que também ajuda a evitar os gases.

No dia a dia, alguns alimentos são certeiros para desenvolver gases, por isso, controle a quantidade de feijão, vegetais como repolho, cebola e brócolis.

Na lista de frutas evitem pêssego, maçã e também a pêra. Ou faça ingestão balanceada desses alimentos. Não precisa excluir do cardápio, basta controlar o consumo.

Refrigerante também faz parte da lista.

Na hora de fazer uma refeição, tenha calma e faça desse momento um momento de prazer. A mastigação e sentir o sabor dos alimentos fazem parte desse processo.

A pressa na hora de se alimentar também pode prejudicar a digestão e causar os gases.

9 comentários em “Gases Intestinais

  1. Quando eu tinha até 40 anos eu não sofria desse mal, hoje aos cinquenta eu sofro demais. A cerveja não está nessa lista de alimentos e bebidas?

  2. Nesse domingo tive uma crise terrível por calsa da prisão de ventre. foram muitas dores na cabeça nas pernas sofro muito a muito tempo espero q esse depoimento cirva para alguma coisa por favou me ajudem.

  3. venho tendo gases constante ao lado direito perto estomago,como tambem lado esquedo perto da viliria com dor indo ate a parte escrotal.perdi uma parte do intestino não acidente,mas gases aumentarâo esse ja foi ao gastrologista mim passou uma ultrason fiz a mesma falou estava todo ok.e tinha que viver ccom isso.eu penso que essa doutora não sobe mim diagnosticar corretamente.Portanto preciso de ajuda por conta disso eu estou precisando fazer uma correçâo de varias ernias formada por cirurgia por causa do acidente.alguem mim ajude.pelo amor de Deus

  4. Sofro com dores de cabeça, fraqueza, acordo a noite com a barriga doente e só alivia depois de arrotar e peitar (liberar os gazes presos) é muito ruim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>