Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Doenças > FEBRE MACULOSA

FEBRE MACULOSA

Febre maculosa um mal…

Esta é uma doença gerada por uma bactéria que recebe o nome de Rickettsia rickettsii. Quem atua como vetor é um carrapato hematófago muito encontrado em animais diversos. Neste artigo vamos falar um pouco a respeito da febre maculosa considerando os seguintes tópicos:

 

  • O que é febre maculosa;
  • Como se adquire;
  • Quais são os sintomas;
  • Como é feito o diagnóstico;
  • Como é o tratamento;
  • Como prevenir.

O que é febre maculosa?

carrapato estrela febre maculosaEsta é uma doença que, atualmente, possui poucos casos registrados. É causada por uma bactéria chamada de Rickettsia rickettsii. Esta bactéria consegue sobreviver dentro das células dos carrapatos que atuam como vetores. O principal vetor desta doença no nosso país é um carrapato do tipo Amblyomma cajennense. Outros nomes comuns a este carrapato é “rodoleiro”, “carrapato-estrela” e “carrapato de cavalo”. Muitos animais podem estar contaminados com este carrapato. Alguns dos animais em que já foram encontrados carrapatos deste tipo são, por exemplo, bois, cavalos, coelhos, tatus, cachorros, galinhas, porcos e cobras. Nos homens a transmissão da bactéria fica mais dificultada, pois é preciso que o carrapato permaneça sobre a pele da pessoa por algumas horas.

 

Como se adquire?

A febre maculosa, ou febre do carrapato, é adquirida quando o homem entra em contato com o carrapato infectado pela bactéria. Como muitos animais domésticos podem possuir o carrapato, esta infecção fica facilitada em casos de contato frequente com animais.

Para ocorrer à transmissão o carrapato deve picar o hospedeiro e, através da regurgitação, jogar a bactéria na corrente sanguínea. Feridas abertas são locais mais vulneráveis à infecção. Esta doença é bem mais frequente em animais do que em homens, pois para haver a transmissão da bactéria o carrapato deve permanecer sobre a pele da pessoa por cerca de 6 horas. Apesar disto, a doença ocorre e já ocorreu bastante. Após a infecção e o tratamento da doença a pessoa fica imune à febre maculosa para o restante da vida.

Esta doença não é, portanto, transmitida de homem para homem. É necessária a atuação do carrapato para que haja a infecção. Carrapatos menores são mais perigosos do que os maiores, pois fica dificultada a visão do mesmo sobre a pele. Pessoas com carrapato podem acabar transmitindo o vetor para a pele de outras pessoas. Animais como cavalos, cachorros e galinhas devem ser monitorados para que não haja presença de carrapatos entre eles. Durante os meses de primavera e de verão mais casos de febre maculosa são registrados.

 

Quais são os sintomas?

Os primeiros sintomas costumam aparecer cerca de uma semana após a infecção. A bactéria, ao cair na circulação do paciente, gera vasculite, uma lesão na camada interna dos vasos. Algumas vezes os sintomas não são muito perceptíveis, o que dificulta o correto diagnóstico.

Quando manifestados, os sintomas mais comuns são febre alta, dor de cabeça, calafrios, dor no corpo inteiro, desânimo e edema dos olhos. Após os primeiros dias lesões de pele surgem. São as máculas, daí o nome da doença. Em 2 ou 3 dias estas máculas vão aumentando de tamanho e podem adquirir coloração arroxeada. Em casos mais graves podem ocorrer hemorragias nas lesões e necrose nas áreas. Caso não ocorra o tratamento adequado, a complicação pode levar à morte.

frebe maculosa sintomas

 

Como é feito o diagnóstico?

Para o correto diagnóstico é preciso diferenciar os sintomas de outras doenças que também causam lesões como rubéola, sarampo, malária ou leptospirose, por exemplo.  Exames de sangue são realizados, pois em muitos casos não ocorre o surgimento das lesões. Após os exames e o resultado, tem-se a certeza da presença de uma febre maculosa. Com isto deve-se dar início imediato ao tratamento.

 

Como é o tratamento?

Geralmente, através do uso de medicamentos que diminuam os sintomas a doença vai sendo controlada. É bastante indicado o uso de antitérmicos, analgésicos, fazer hidratação e muito repouso. Em algumas semanas a febre maculosa tende a diminuir e a desaparecer.

 

Como prevenir?

Caso seja preciso entrar em contato com animais, acostume-se a verificar a presença de carrapatos em sua pele de 3 em e horas. Durante períodos em matas com vegetação alta, utilize calças compridas e botas. Diante da presença de um carrapato em sua pele não esmague o mesmo, pois através de qualquer ferimento a bactéria pode ser transmitida.

TEMOS MAIS ARTIGOS PARA VOCÊ:

Um comentário em “FEBRE MACULOSA

  1. Muito, muito bom mesmo! Vocês sabem usar os meios e recursos atuais para ilustrar o texto ÓTIMO e esclarecedor: em nossos dias ainda existem “gente” que vendem livros eletrônicos sem uma única ilustração.
    Parabéns!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>