Efeitos colaterais do Diane 35

Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Artigos sobre Saúde > Saúde da Mulher > Efeitos colaterais do Diane 35

A polêmica em torno do Diane 35

Recentemente, a ANSM, Agência Nacional de Segurança dos Medicamentos e dos Produtos de Saúde da França, relacionou a morte de algumas mulheres ao uso contínuo da pílula anticoncepcional Diane 35.

A Agência decidiu pela suspensão da comercialização do medicamento quando outros casos de mortes passaram a ser relacionados ao uso. O medicamento Diane 35, assim como outros disponíveis no mercado, soma à fórmula estrogênio e progestágeno, sendo comprovados os riscos envolvidos com relação a acidentes vasculares cerebrais e a tromboses venosas.

Os efeitos colaterais das pílulas anticoncepcionais, assim como do Diane 35 ficam ainda mais intensos quando da associação ao hábito de beber e de fumar. A idade das pacientes e o histórico familiar também influem neste sentido. Mulheres com diabetes, com dores de cabeça constantes, com epilepsia, com hipertensão, com excesso de peso, com doenças no fígado, com câncer de mama e com tumores hepáticos fazem parte de um grupo de risco que merece atenção.

As pílulas anticoncepcionais são, atualmente, uma das principais formas de evitar a gravidez indesejada e de garantir à mulher a sua liberdade. A polêmica em torno do Diane 35 levantou muitas questões. Um grande número de mulheres começou a olhar com cautela para a administração destes medicamentos.

diane 35 efeitos colaterais

 

Efeitos colaterais do Diane 35

Os efeitos colaterais que o Diane 35 provoca, podem ser causados por uma enorme variedade de pílulas anticoncepcionais, e não somente pelo uso desta em específico. Abaixo listamos algumas das complicações, lembrando que elas possuem forte relação com o organismo da pessoa e com os seus hábitos de vida:

  • Dores de cabeça;
  • Distúrbios gástricos;
  • Enjoos;
  • Sangramentos intermediários;
  • Ganho ou redução de peso;
  • Depressão;
  • Alterações na libido.

O Diane 35 não deve ser utilizado por pessoas que possuam problemas hepáticos, vasculares, tumores de mama, endometriose, icterícia, disfunções trombembólicas e distúrbios do metabolismo lipídico, por exemplo.

 

O Diane 35 e a trombose

A causa da proibição do medicamento na França possui relação com o desenvolvimento de trombose em mulheres. Resta a dúvida: as mulheres devem ou não de parar de tomar o medicamento?

Na realidade, todos os anticoncepcionais apresentam riscos de trombose, alguns mais ou menos. Por isto a escolha do medicamento deve ser feita juntamente do ginecologista. Mulheres que ingerem muita bebida alcóolica ou que tenham o hábito de fumar precisam tomar mais cuidados, e a escolha da pílula deve ser mais criteriosa.

O Diane 35 causou polêmica devido ao tipo de progesterona que está na sua composição, a ciproterona. Esta, no entanto, já vem sendo utilizada há muitos anos e está, inclusive, presente em outros medicamentos. Portanto, o problema não está no Diane 35 em si, e sim na má escolha da pílula e no costume de automedicação.

Esteja sempre em dia com o seu médico e siga um estilo de vida saudável. A anticoncepção é um direito de todas as mulheres e ela deve ser feita sempre que for desejada. Para maiores esclarecimentos, converse com um profissional.

Tags: , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!