Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Doenças > COLITE | Sintomas, causas e tratamento

COLITE | Sintomas, causas e tratamento

O que é colite?

É uma condição inflamatória presente em enfermidades como a retocolite ulcerativa inespecífica. Esta inflamação acomete uma ou mais camadas do cólon e provoca disfunções no funcionamento do intestino. A maior porção do intestino grosso é chamada de colón, sendo esta a responsável por absorver a água das fezes.

Dentre as doenças inflamatórias intestinais podemos também destacar a doença de Crohn (Leia mais sobre: http://www.saudemedicina.com/doenca-de-crohn/), que possui etiologia ainda não definida. Muitas enfermidades que acometem o intestino grosso não possuem até hoje as causas muito bem determinadas, entretanto, a sintomatologia geralmente envolve inflamação e cólicas abdominais.

Quando a mucosa do intestino grosso é agredida diz-se haver uma colite. Esta dá origem a sintomas como desidratação e diarreia. Doenças primárias, irritações devido ao uso de fármacos, bactérias, ulcerações e vírus são alguns dos fatores que podem levar a esta condição.

O sucesso do tratamento varia de acordo com a causa e com a extensão do problema. Uma dieta branda deverá ser mantida até que os sintomas sejam amenizados e o motivo controlado. Em casos mais graves até mesmo uma cirurgia para retirada do intestino grosso pode ser considerada.

colite

 

Agente causador

Algumas colites não possuem ainda a causa bem definida. Conforme mencionado acima muitos fatores influem para esta condição. Uma irritação devido ao uso de medicamentos pode levar à inflamação local, assim como presença de vírus e bactérias no intestino grosso. Doenças primárias e ulcerações (Leia sobre: http://www.saudemedicina.com/ulcera-causas-sintomas-e-tratamento/) também são situações consideráveis.

Qualquer alteração no funcionamento do intestino grosso que seja causada por inflamação pode ser considerada uma colite. Portanto, muitos motivos estão ligados a este problema. O pico de ocorrência das enfermidades que levam à colite está entre os 15 e 35 anos de idade. Acredita-se que há uma base hereditária e que fatores ambientais, como o estresse, deixam certas pessoas em um grupo de risco.

 

Como se descobre a doença (diagnóstico)

Uma das primeiras manifestações da retocolite ulcerativa inespecífica é diarreia com sangue. Cólicas, febre e perda de peso vêm logo em sequência. A doença de Crohn, por exemplo, produz lesões na boca. Apesar dos sintomas serem distintos em algumas situações, a grande parte das doenças inflamatórias intestinais provoca alterações que logo levam uma pessoa a procurar por ajuda médica.

Estabelecer um diagnóstico diferencial entre as várias causas da colite pode ser um pouco complicado. O profissional costuma pedir um exame de fezes para avaliar a presença de agentes infecciosos. Caso o resultado seja negativo é provável que ele solicite uma endoscopia em busca de lesões ou secreções que pudessem estar levando à condição inflamatória. Apesar de um simples exame de raio-x poder identificar dilatações no intestino, a endoscopia é um dos procedimentos mais eficientes, pois caso haja necessidade uma biópsia pode ser feita durante o exame. As endoscopias não costumam causar dores e uma leve sedação pode ser aplicada para evitar desconfortos.

Exames de sangue têm ajudado na diferenciação de algumas causas de colite. Uma conversa com o paciente para investigar hábitos e o histórico familiar também pode trazer resultados bastante satisfatórios.

 

Sintomas

colite sintomasDependendo da causa a colite provoca sintomas variados. Muitos sinais dependem da extensão do problema e do local acometido. A colite ulcerosa, por exemplo, gera febre alta, diarreia, desidratação, dores abdominais e flatulência. Já a doença de Crohn pode provocar obstrução intestinal e formação de fístulas em partes do intestino grosso. A colite hemorrágica costuma causar diarreia aquosa com presença de sangue, levando à desidratação e até mesmo à anemia.

Por outro lado pode também ocorrer paralisação do funcionamento do intestino devido à interrupção dos movimentos no local em um caso de colite que envolva toda a espessura da parede do órgão. Portanto, para definir os sintomas de uma colite é preciso, previamente, estabelecer-se a espécie com a qual estamos lidando. De qualquer forma, o importante é buscar por ajuda diante de qualquer sinal que seu corpo possa estar enviando. Quanto antes um tratamento tiver início, melhores serão os resultados.

 

Prevenção

A prevenção da colite depende muito da causa. Entretanto, algumas medidas gerais podem ser tomadas para evitar a maioria delas. Recomenda-se:

  • Manter o sistema digestivo em boas condições. Para tanto estabeleça o hábito de ingerir diariamente frutas, legumes, grãos integrais e verduras;
  • Beba muita água todos os dias;
  • Gorduras animais e produtos lácteos devem ser consumidos com moderação, já que irritam o trato digestivo. Tabaco, café e refrigerantes são outras substâncias que podem acabar levando a quadros de colite;
  • Pratique esportes ou faça atividades que ajudem a reduzir a ansiedade e os níveis de estresse, pois estes sentimentos promovem ulcerações na mucosa do intestino;
  • Adquira o hábito de ingerir chás tranquilizantes. Caso seja preciso recorra a calmantes naturais;
  • Mantenha bons hábitos de higiene. Não leve as mãos sujas à boca, não coma em locais que pareçam sujos e lave sempre muito bem os utensílios compartilhados. Uma variedade de parasitas e bactérias pode provocar colite.

 

Tratamento

Inicialmente os sintomas mais agudos da doença serão tratados. Para isto fármacos diversos podem ser prescritos e utilizados via oral ou retal. Casos de colites infecciosas costumam ser controlados com antibióticos ou antiparasitários. O paciente também será colite ulcerativaorientado a beber muito líquido e a manter uma dieta leve.

Quando o controle clínico não é o suficiente uma cirurgia para retirada do intestino grosso é considerada. Esta apresenta riscos e desvantagens, porém é necessária em casos mais graves e que tenham ligação com câncer.

Muitas colites levam a quadros agudos de anemia e precisam ser tratadas com emergência. Estas pessoas necessitam ficar sob cuidado médico até que o organismo esteja recuperado e a causa exterminada. Colites que não forem tratadas podem levar a perfurações na parede intestinal, sangramentos e câncer de cólon, por exemplo. Portanto, é preciso ficar atento aos riscos e, quando o diagnóstico for confirmado, seguir à risca as orientações médicas.

É imprescindível não realizar automedicações, já que o uso indevido de fármacos pode agravar ainda mais o problema. Diante de sintomas consulte um médico. Somente ele estará apto para avaliar cada caso e indicar as melhores alternativas de tratamento.

TEMOS MAIS ARTIGOS PARA VOCÊ:

23 comentários em “COLITE | Sintomas, causas e tratamento

  1. Oi fui diagnosticado com Colite Moderada, o médico me passou 1 mês de tratamento com Pentasa 2g e Corticóide iniciando com 20mg e finalizando 5 mg.

    Estou no vigésimo segundo dia de tratamento e ainda tenho evacuado mole e as dores voltaram, só que não como antes. Qual é o tempo que demora pra passar a crise, quero ficar 100% logo??

  2. Ana, existe um tratamento para Colite ( solta, presa) com águas sulfurosas ( Fonte Samaritana para Colite solta) em uma cidade chamada Poçinhos do Rio Verde, localizada a aproximadamente 20 Km de Poços de Caldas, também 4 km depois da cidade de Caldas, Minas Gerais. Há 30 anos atrás meu marido, na época com 19 anos, foi desenganado pois essa doença o deixou completamente debilitado, porém após oito meses de tratamento com essas águas sulfurosas ele ficou praticamente curado. …apenas bebendo a água e algum remédio. Dia 02 de outubro ele completa 57 anos e com saúde. Nessa cidade tem várias pousadas, hotéis maravilhosos para hospedagem e tratamento .

  3. Boa noite me ajudem por favor, fiz colonoscopia e deu retocolite moderada o medico me passou tratamento para três meses e disse que essa doença esta ligada com caso de depressão e me encaminhou para o psiquiatra para tratamento ,mas eu não me sinto com problemas psiquiátricos obg .

  4. EU estou com muita dor no estomago colicas pra defecar doi ate em tomar agua estou muito triste pois faz 03 anos de tive um melanoma na perna

  5. Eu Ja retirei 60 cent do intestino Grosso por Causa de CROHN a 13 anos. Mais agora estou com as Dores novamente mta Cólica. Ai Fiz a Colonoscopia e esta entupido meu Intestino. A Mangueira do Exame não Passou. Fiz a BIOPSIA hoje veio o Resultado. ”É COLITE . Pergunto no meu Caso será que só resolve com Cirurgia. Depois do Exame feito as Dores diminuiu mto mesmo. Mais perdi Peso. Não tem Medicamento.

  6. Qual o nome do especialista que faz esse diagnostico ? Estou a 3 dias com cólicas infernais e evacuando diarréia liquida com sangue essa noite foram entre 20 e 30 vezes, surge a dor e vontade de evacuar derrepente, nao tive febre mas tenho muita dores nas pernas e braços, percebi a 3 dias atras uma forte sensação de tontura durante 5 horas, confirmei a pressao arterial em 12×8 . Tenho 38 anos e estou passando por uma forte crise emocional. Pretendo levar ao medico especialista meus sintomas.

    1. eu tive colite ulcerativa , perdía muito sangue nas fezes e o meu medico me disse que era uma doença crônica, ou seja não tinha cura, mas eu pesquisando na internet, descobri uma planta chamada (aveloz) que tem em vários lugares do país, e pesquisando os comentários de pessoas vi que poderia curar minha doença pois o látex do aveloz é um poderoso cicatrizante natural, ao começar o tratamento após uma semana não tive mais sangramento, já fiz exames e minhas ulceras não mais existem, porem deve se ter cautela com a planta de aveloz, pois é toxica, sou uma testemunha viva que essa doença tem cura sem quase custo algum, qualquer informação sobre as doses que usei podem me adc no facebook, ou por tel 53 84617030. https://www.google.com.br/?gws_rd=ssl#q=aveloz

  7. tenho uma colite leve , tem tempo que some , mas derrepente volta , sinceramente eu acho que nao sara , nao vejo cura , porque ja faz muiiiitos anos que sofro com essa doença , e muito dificil , viver com essa doença ( se vc tem essa doença mande mande um comentario no meu Email ) eu agradeço se vc mandar Obrigado

    1. Olá Augusto, também tive colite no ano de 1996, e por sinal uma colite aguda sofri muito. Até que na consulta com um gastroenterologista, ele falou que era uma colite e eu ia conviver sempre com ela. Realmente, ele estava com a razão. Fiz duas colonoscopia a 1ª revelou uma colite microscopica e a 2ª não revelou mais inflamação do intestino grosso. porém realmente não é um tratamento fácil. mas, você tem que levar uma vida regrada. evite frituras, laranjas, abacaxi e farofa. E passe a ter uma alimentação a base de vibras. Fiz muito uso do mesocarpo do babaçu em pó. Você encontra em casas de produtos naturais. Qualquer informações adicionais pode manter contato!

  8. Qual o exame mais eficaz para se descobrir o nivel da colite e trata la a endoscopia ou aquele que é feito pelo anus que somos ate´sedadas – esqueci do nome do exame agora.
    Obrigada

    1. Olá, viviane… o nome do exame chama-se COLONOSCOPIA. Exame este feito com a introdução de um tipo de mangueira no ânus e que percorre todo o seu intestino grosso. Sendo o percursso visualizado através de uma câmera colocada na ponta desta mangueira. O médico verá todo o trajeto feito por ela por um vídeo.

      1. Recentemente fiz endoscopia e colonoscopia ao mesmo tempo. O exame em si é tranquilo, pois fui sedado e não senti nada, mesmo após o exame não ha nenhum desconforto. A parte chata é a preparação para a colonoscopia, pois por dois dias só tomei sopinhas ralas, torradas, gelatina, essas coisas, e na véspera do exame tomei dois comprimidos de lactopurga, e na manhã seguinte a partir das 06h00 tomei um preparado chamado “manitol” misturado com um litro de água. Isso tudo é necessário a fim de limpar completamente o intestino para o exame (no meu caso foi às 11h00). Depois do exame a gente fica meio grogue, vai pra casa, dorme umas horas e ….vida normal.

    2. Colonoscopia, eu fiz e foi retirado material do meu intestino para biópsia na região do íleo terminal, na dúvida de doença de Chron, mas no resultado da biópsia foi diagnosticado colite moderada, fiquei bem mais tranquilizado, pois Chron é muito pior. Minha médica me passou uma dieta leve, sem gorduras, frituras, chocolates, refrigerantes, molhos, condimentos, corantes, embutidos e sem muita fibra, e beber bastante água. Também me passou uma lista de remédios para fazer um tratamento de 2 meses e realizar novos exames perto do fim dos dois meses para avaliar a doença. Bom espero ter ajudado.
      Chandler B. Júnior

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>