CISTITE

Cistite

Cistite é o nome dado para as doenças inflamatórias e/ou infecciosas que acometem a bexiga. Geralmente as cistites são causadas por microrganismos oriundos do trato intestinal. Neste artigo vamos falar um pouco a respeito da cistite considerando os seguintes tópicos:

 

  • O que é cistite;
  • Como se adquire;
  • Quais são os sintomas;
  • Como é feito o diagnóstico;
  • Como é o tratamento.

 

Leia também: Infecção Urinária

 

O que é cistite?

cistiteCistite é o nome dado a um conjunto de doenças inflamatórias e/ou infecciosas que atacam a bexiga. Normalmente as cistites são causadas por bactérias oriundas do trato intestinal. A bactéria conhecida por Escherichia coli é uma das maiores causadoras da cistite. Esta bactéria é muito importante no trato intestinal para a devida digestão dos alimentos, entretanto, quando entra em contato com o trato urinário, pode causar sérias infecções na uretra, na bexiga ou nos rins. A infecção na bexiga é chamada de cistite.

Tanto homens quanto mulheres, crianças ou adultos, estão sujeitos a desenvolver um quadro de cistite. Porém, as mulheres estão mais vulneráveis devido à anatomia do corpo feminino. Além de a uretra feminina ser mais curta, ela também fica localizada mais próxima ao ânus do que nos homens, fator que facilita o contato de microrganismos do trato intestinal com o trato urinário.

Nos homens, a cistite é mais comum após os 50 anos de idade, pois a próstata cresce e com isto tende a ocorrer maior retenção de urina na bexiga, o que também favorece o desenvolvimento da doença.

 

Como se adquire?

As cistites podem ocorrer de diversas formas. No caso da cistite provocada pela bactéria Escherichia coli, por exemplo, o que acontece é a migração desta bactéria de resquícios das fezes para a região da vagina. Estas podem acabar se multiplicando na região e invadir a uretra, caminho que leva à bexiga.

Outro caso de cistite pode ocorrer, por exemplo, em pacientes imunodeprimidos. Estes ficam mais vulneráveis a cistites provocadas por fungos. Pacientes que se subtem à radioterapia de órgãos pélvicos podem também acabar desenvolvendo um outro tipo de cistite. É a cistite radica, por exemplo, devido a uma inflamação vesical.

Existe também a cistite intersticial. Esta possui causa ainda desconhecida e trata-se de uma inflamação crônica que tende a diminuir a capacidade da bexiga. Outros fatores que podem levar uma pessoa a adquirir cistite são, por exemplo, uma anatomia predisponente, cirurgias recentes no aparelho urinário, doenças diversas no aparelho urinário e práticas de atividade sexual.

 

Quais são os sintomas?

Pessoas com cistite normalmente tendem a reclamar da necessidade frequente de urinar, da escassa eliminação de urina e do ardor durante o ato de urinar. É comum também ocorrer dor nas costas, no baixo ventre e na bexiga. Em casos mais preocupantes de cistite pode ocorre a presença de sangue na urina.

cistite sintomas

 

Como é feito o diagnóstico?

A conversa com o paciente é importante para a devida localização do problema. Um exame qualitativo de urina é muito indicado para o diagnóstico. O exame responsável por determinar se a cistite é do tipo infecciosa ou não é o de urocultura com antibiograma. Este exame consegue identificar qual é a bactéria causando a cistite e, com isto, o médico consegue prescrever o antibiótico mais adequado. Caso este exame não aponte a existência de microrganismos na bexiga, provavelmente, é um caso de cistite não infecciosa.

 

Como é o tratamento?

Dependendo do resultado dos exames, dá-se início ao tratamento da cistite. Caso seja uma cistite do tipo infecciosa, antibióticos serão prescritos pelo médico de acordo com o resultado da urocultura.

O tratamento das cistites não infecciosas é um pouco mais complicado. Podem ser prescritos pelo médico analgésicos, anti-inflamatórios e miorelaxantes, por exemplo. Algumas medidas devem ser tomadas para ajudar no tratamento. A ingestão de muita água, por exemplo, ajuda bastante, pois favorece a saída das bactérias através da urina. Substâncias como cigarro, bebidas alcoólicas, café e temperos fortes podem irritar o trato urinário, recomenda-se, portanto, evitá-las durante o tratamento. Cuidados com a higiene pessoal são importantíssimos. Troque com frequência os seus absorventes íntimos e mantenha a região da vagina e do ânus sempre limpa. Procure evitar passar o papel higiênico de trás para frente, pois com isto, algumas bactérias do trato intestinal podem acabar entrando em contato com o trato urinário.

Tags: , , , ,

5 Comentários

  1. Michele disse:

    Boa noite! Me ajudem estou com dificuldades para urinar oq devo fazer. A menstruação veio e ai começou a dificuldade de urinar será que é por causa da menstruação por favor me ajudem. Desde já agradeço. Se não for muito encomodo deixar a resposta no meu email.

  2. alessandra disse:

    sinto sensação de sedação depois vem tremor se eu não comer algo urgente mesmo sem fome passo mal e assim que como vou ao banheiro defecar .Antes tinha tremor forte do lado esquerdo só melhorava quando ia ao banheiro parecia que eu ia morrer, até desmaiei.Quando ia médico falavam que podia ser ansiedade .eu sinto como se algo estivesse me matando através do meu estomagooo…me ajudem as vezes tenho a sensação de ausencia pareço está saindo do meu corpo

  3. Pedro disse:

    Bom dia,
    gostaria de saber se possuo incontinência urinaria,pois fico sempre com a sensação querer fazer xixi,e quando me levanto repentinamente a vontade se torna maior,
    POR FAVOR,a resposta gostaria e peço que seja dada em meu email por favor,na certeza de ser atendido desde ja o meu muito obrigado!!!

  4. Graça Torres disse:

    Boa noite,

    Gostaria de saber se com uma cistite rádica crónica (originada pela radioterapia, provocando hemorregias constantes através dos esforços), cancro no colo do útero que não foi removido, apenas sujeito a tratamentos (radioterapia, quimioterapia e braquioterapia) se é normal darem alta numa junta médica.
    Agradeço desde já a vossa atenção e peço que a resposta seja enviada para o meu email.
    Cumprimentos.

  5. Olha, sábado vi meu namorado e transamos, mas muito pouco, não deu nem 30 minutos. Após este dia preciso ir muitas vezes ao banheiro, e em algumas delas urino pouco e tem uma ardência. Antes disto, eu segurava muitas vezes o xixi, e não tomava muita água. Outra coisa, andava muito de pés descalços em casa. Pelo o que li, me parece uma cistite, mas nada grave, pois não tenho dores de cabeça, febres e nada de sangue ou xixi escuro. O que desejo saber é como peguei esta infecção, se foi por ato sexual ou não. Li sobre a bactéria da cistite (Escherichia coli), vi que ela é transmitida normalmente via oro-fecal, ingestão de comidas contaminadas, etc. Alguém poderia me dar uma dica, ou tirar minha dúvida?

Deixe o seu comentário!