Carboxiterapia

Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Plástica e Estética > Carboxiterapia

O que é carboxiterapia?

É um método muito utilizado em clínicas de estética para ajudar a combater as celulites, a flacidez, as estrias e também a gordura localizada. O procedimento é realizado através da injeção de CO2, gás carbônico, em tecidos específicos da pele. A carboxiterapia promove uma melhora no aspecto de diferentes partes do corpo, como barriga, coxas, braços e nádegas.

Os benefícios são muitos, porém pode ser um método um pouco doloroso. A agulha com o gás necessita ser introduzida no corpo e muitas mulheres sentem aflição e dor. Apesar disto a técnica é rápida e efetiva. O gás carbônico estimula a circulação sanguínea no local onde é aplicado. Como ele é habitualmente expelido durante a nossa respiração não provoca nenhum tipo de efeito colateral.

Para a visualização das melhoras é preciso uma certa frequência de aplicação. O ideal é repetir as sessões de 15 em 15 dias por um período de 6 a 10 meses. A carboxiterapia tem feito muito sucesso entre as mulheres no combate às celulites e às gorduras localizadas. Não existem muitas contra indicações, porém é sempre aconselhável uma boa conversa com um profissional, para que complicações sejam evitadas.

Carboxiterapia-antes-e-depois

 

Quando é indicado

Esta é uma moderna técnica que utiliza o gás carbônico no tratamento de estrias, gorduras localizadas, flacidez e celulites. Pode ser realizada em homens e em mulheres, sendo procurada principalmente por mulheres em uma faixa etária que vai dos 30 aos 50 anos de idade.

É indicada quando há o intuito de promover uma melhora em partes do corpo como as nádegas, os braços, as coxas, as costas e a barriga, por exemplo. O CO2 melhora a circulação e estimula a produção de colágeno e de fibras elásticas, podendo também atuar no tratamento de olheiras e no rejuvenescimento facial. Além da medicina estética e da dermatologia, outras especialidades médicas como a urologia, a angiologia e a reumatologia, por exemplo, vem fazendo muito uso da carboxiterapia.

 

Como é o procedimento

A carboxiterapia não é uma técnica cirúrgica e não necessita de internação. Pode ser realizada em clínicas em sistema ambulatorial e não é preciso qualquer espécie de sedação ou de anestesia. É uma excelente alternativa para quem quer perder uns quilinhos ou tratar estrias e celulites, já que é rápida, prática e segura.

carboxiterapia-funcionaApós tomada a decisão pela carboxiterapia é necessário entrar em contato com um especialista. Para que o efeito desejado seja atingido é preciso repetir as sessões em média de 15 em 15 dias por até mesmo 10 meses. Casa sessão dura aproximadamente 30 minutos. Quando terminada a pessoa está liberada para voltar com as tarefas do dia a dia.

Durante o procedimento será injetado gás carbônico no corpo do paciente. O profissional sabe os parâmetros a serem seguidos para que não ocorram efeitos colaterais. Como o gás está presente em nossa respiração, geralmente não existem muitas complicações. A ação do anidro carbônico no organismo humano já foi bastante estudada. Ela promove vasodilatação e redução da afinidade entre a hemoglobina e o oxigênio. Com isto há uma melhora na circulação e os tecidos ficam mais oxigenados, ajudando na dissolução de nódulos de celulite e na ruptura de células de gordura. O tratamento pode ser considerado seguro e associado a outras terapias, com a finalidade de acelerar o resultado.

 

Quais são os preparativos

Não são necessários muitos preparativos antes da carboxiterapia. Deve-se chegar à sessão com certa antecedência e aguardar o profissional chamar para que se tenha início.  Algumas pessoas podem sentir um incômodo durante as sessões, assim com dores, já que agulhas serão inseridas nos locais a serem tratados. Caso seja possível comparecer ao local acompanhado é indicado.

Como não é aplicado nenhum sedativo ou anestesia a pessoa está liberada logo após o término da sessão. É permitido guiar depois do procedimento e a alimentação pode seguir como de costume. Na data da primeira sessão é aconselhável agendar as próximas sessões. Para que o resultado seja positivo e para que possa ser melhor notado é indicado realizar sessões de carboxiterapia de 15 em 15 dias por um período de cerca de 10 meses. É preciso, entretanto, acompanhar a evolução do tratamento para que o tempo certo seja estipulado.

 

Riscos e efeitos colaterais

Assim como qualquer procedimento na área da saúde a carboxiterapia envolve alguns riscos que não podem ser descartados. Os efeitos colaterais, por exemplo, geralmente se limitam a dores localizadas e a pequenos hematomas provenientes das punções. Pode haver sensação crepitação e um leve aumento da pressão arterial, que na maioria dos casos volta ao normal após cerca de 30 minutos.

Além destes inconvenientes normalmente não é notado qualquer outra espécie de alteração. Porém, o método é relativamente recente e não se sabe ainda ao certo quais outros riscos poderiam estar envolvidos. É importante escolher bem o local e o especialista, para que complicações sejam evitadas.

carboxiterapia

 

O que ocorre após o procedimento

Como durante a carboxiterapia a pessoa não recebe sedativo ou qualquer espécie de anestesia ela pode ir embora desacompanhada logo após o término da sessão. Fica permitido trabalhar e dirigir depois do procedimento.

Raramente pode ficar uma manchinha roxa no local da inserção da agulha. Quando acontece fica vetada a exposição ao sol. Uma leve dor pode permanecer por algumas horas, assim como certa vermelhidão na região. Após a quinta sessão as melhoras já são evidentes, tendendo apenas a progredir com o aplicar das próximas.

Este procedimento já vem sendo largamente utilizado há um tempo, sem contra indicações ou efeitos colaterais consideráveis. É rápido e prático e o resultado é efetivo. As gorduras localizadas vão embora e as estrias e celulites tendem a desaparecer. Não restam cicatrizes e não é preciso internação hospitalar sendo, portanto, uma boa alternativa de tratamento. O número de sessões varia de acordo com a finalidade e com o organismo da pessoa. Na grande maioria das vezes uma média de sessões a cada 15 dias durante 10 meses é o suficiente. Para que complicações sejam evitadas aconselha-se escolher com cautela o profissional que irá realizar a carboxiterapia.

Tags: , , , , ,

7 Comentários

  1. rosy disse:

    ola..achei bem legal a materia….mas gostaria de saber se na corbox…pode ser aplicado ozonio ao invez de gás carbonicoo…? tem uma estetisista na minha cidade mgá-pr..e usa ozonio nas aplicaçoes ….pode??
    obrigadaa!!

  2. DANIELA COSTA disse:

    fiz carboxtrapia mais não foi nada disso que me falaram, antes de completar a 10° sessão foi ficando tudo vermelão, inflamou tudo parecia que eu não ia suportar a dor miuto dor, não conseguei colocar roupa o pior que eu tinha que trabalhar, foi inflamando todos aonde foi feito as aplicações, isso durou de outubro a janeiro. E agora ghegou CARNAVAL e ficou tadas as marcas horrosas na barriga .Dar vantade de chorar muito muito mesmo tive vontade de processar a médica que fez essa maldade e ainda tive que arcar com todo medicamentos ( antiflamatórios, antibióticos e varias pomadas tudo preços abisurdos. Agora é só pedi a DEUS que nada de mal aconteça. Apenas um desabafo pois não posso fafar o que ouve para minha família.

  3. APARECIDA disse:

    OLÁ GOSTARIA DE SABER QUE TIPO DE PROFISSIONAL FAZ ESSE PROCEDIMENTO.QUEM TEM PRESSÃO ALTA POSE FAZER? E QUAL O VALOR…OBRIGADA

    • Juliana disse:

      A carboxiterapia pode ser realizada por um médio ou fisioterapeuta, alguma clinicas colocam esteticistas para fazerem o procedimento, o que é proibido, se caso isso ocorrer você pode denunciar e a clinica pode até ser fechada. Não a contraindicação para quem sofre de pressão alta. Os valores variam entre R$150,00 a R$300,00 reais por seção.

  4. rodrigo luiz de souza disse:

    olha fiz carbox nas minhas olheiras , no começo parece ta tudo certo , mas depois volta do mesmo jeito , paguei caro , para minhas olheiras voltar ser como é … affz nunca mais caio nessa , vou fazer cirurgia mesmo ai é definitivo :)

  5. Liliane Machado disse:

    Estou fazendo tratamento de carbox nas pernas em pé, mais esta ficando muito roxo, gostaria de saber se esse procedimento esta correto, e se realmente dessa forma o resultado é mais rapído.

  6. gabriela disse:

    a partir de que idade esse tratamento pode ser feito

Deixe o seu comentário!