Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Doenças > Cancro Mole | DST

Cancro Mole | DST

O que é cancro mole?

Doença sexualmente transmissível causada por uma bactéria que recebe o nome de Haemophilus ducreyi. É altamente contagiosa e pode ser transmitida durante o ato sexual sem o uso de preservativo. Quando recebe o devido tratamento o prognóstico é bastante favorável.

Popularmente conhecido como “cavalo”, o cancro mole produz úlceras em homens e em mulheres. Estas costumam se localizar nos grandes e pequenos lábios nas mulheres, na região uterina ou perianal.  Já nos homens tende a acometer mais o prepúcio. A presença da doença deixa a pessoa ainda mais vulnerável a outras DSTs, ou doenças sexualmente transmissíveis. O diagnóstico é fácil e o tratamento é simples, portanto, diante de qualquer sintoma, recomenda-se procurar por auxílio médico.

É comum em países pobres e nas regiões tropicais. As mulheres costumam ser menos afetadas, sendo algo mais frequente em homens não circuncidados.  Utilizar preservativo é um hábito que deve ser adquirido por todos, já que previne o surgimento não somente desta como de muitas outras doenças.

cancro mole no homem

 

Agente causador

A bactéria Haemophilus ducreyi é a causadora do cancro mole. Ela penetra na pele através de pequenas feridas, como as que podem ser causadas durantes o ato sexual, devido ao atrito. Não é necessário, portanto, que haja ejaculação para que ocorra a infecção. Esta DST é transmitida através do sexo oral, anal ou vaginal.

Além disto, colocar a mão nas lesões geradas é bastante perigoso. Já que há contaminação e possibilidade de transporte da bactéria para outros locais.  Esta é uma doença que acomete muito mais os homens do que as mulheres. Após o contágio leva cerca de 5 dias para os sintomas começarem surgir.

 

Como se descobre a doença (diagnóstico)

Diante dos sintomas e das lesões muitas pessoas logo tendem a procurar por auxílio médico. Através de uma conversa com o paciente e de uma breve análise clínica o profissional já levanta algumas suspeitas. Como várias DSTs acabam gerando úlceras na região genital é importante estabelecer um diagnóstico diferencial.

Herpes genital, sífilis, donovanose e linfogranuloma venéreo são algumas das doenças que provocam sintomas parecidos com o do cancro mole. Para a certeza do diagnóstico o médico pode recolher uma pequena amostra para analisar o material. Pode também fazer uma cultura, método mais sensível, entretanto, mais difícil de ser realizado.

Assim que for estabelecida a causa das lesões e dos sintomas, deve-se dar início imediato ao tratamento. Este costuma ser bastante favorável e rápido, portanto, não hesite em procurar por ajuda.

 

Sintomas

Pode demorar cerca de 2 semanas para os sintomas começarem a aparecer. Em alguns casos pode demorar até mesmo mais de um mês. O primeiro sinal é um pequeno machucado de coloração vermelha. Em pouco tempo este se transforma e vira uma ferida com pus. Esta ferida é quem irá dar lugar à ulcera com características de cancro mole.

cancro mole na mulherA dor na região da úlcera costuma ser intensa. O tamanho varia em torno de 1 a 2 cm de diâmetro. A base da ferida fica quase sempre purulenta e inflamada. É comum haver também sangramentos na região acometida. Normalmente há mais de uma ferida presente, cerca de 3 a 4 lesões.

Nos homens estas se concentram mais na área do prepúcio. Em homossexuais também podem estar presentes na região perianal. Já nas mulheres é mais frequente se encontrar lesões nos grandes e pequenos lábios. O colo uterino, fúrcula e região perianal também podem ser acometidos.

Além das lesões é frequente a presença de um bubão na virilha, devido à agressão dos linfonodos desta área inguinal. Este costuma ser dolorido e é cheio de pus altamente contagioso. O bubão tende a surgir após algumas semanas do aparecimento das primeiras lesões.

 

Prevenção

Como qualquer outra DST o cancro mole pode e deve ser evitado. Para impedir que quadros como estes se manifestem, faça sempre uso de preservativo em todas as suas relações sexuais. É importante também escolher bem o parceiro e fazer a devida higienização local antes e depois da relação.

A camisinha é a mais efetiva forma de prevenção contra o cancro mole. A presença deste aumenta muito os riscos de contaminação por outras DSTs e também de contaminação pelo vírus da AIDS. É preciso tomar cuidado. Lave sempre muito bem as mãos e não compartilhe roupas e toalhas com desconhecidos, muito menos as roupas íntimas.

Evite tomar banho em locais públicos, como banheiras de motéis, por exemplo. Restrinja o número de parceiros sexuais e cuide bem da sua saúde. Manter bons hábitos alimentares é uma medida que ajuda na prevenção não somente desta como de uma série de outras doenças. Um organismo saudável é um organismo forte.

cancro mole prevenção

 

Tratamento

Sempre que houver qualquer sinal anormal em seu corpo consulte um médico. Muitas vezes algo que parece simples pode ser sintoma de outra coisa muito mais complexa. As DSTs precisam ser devidamente tratadas para que não haja reincidência e para que o organismo não fique vulnerável a outras complicações.

Desta forma, procure por um profissional para receber as recomendações. O tratamento costuma ser rápido e o prognóstico positivo, basta buscar por ajuda. Após a confirmação do diagnóstico serão prescritos pelo médico alguns antibióticos, sabonetes e também loções. Quando feito com disciplina e com cuidado costuma haver melhora cerca de 2 dias após o início do tratamento. Caso esta melhora não ocorra em até uma semana, algo pode estar errado. Diagnóstico incorreto, coinfecções ou resistência ao medicamento, por exemplo.

Durante este período é muito indicado abstinência sexual. O parceiro também deve ser analisado e tratado, para que não haja reincidência. A higiene no local deve ser extrema e a alimentação cuidadosa. Logo as feridas somem e a dor vai embora. Os cuidados devem ser mantidos para sempre, para que não ocorram casos piores. Nunca realize automedicações. Somente um profissional pode verificar com certeza o que vem causando certos distúrbios. O uso indevido de medicamentos diversos pode, até mesmo, causar uma piora considerável na situação. Realize exames de rotina e consulte frequentemente um médico. Não descuide de sua saúde, ela deve vir em primeiro lugar.

Tags: , , , , , ,

1 Comentário

  1. socorro disse:

    qual foi a referência
    amei esse assunto

Deixe o seu comentário!