Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Artigos sobre Saúde > Doenças > Astigmatismo | Sintomas… tem cura?

Astigmatismo | Sintomas… tem cura?

Astigmatismo

Astigmatismo é uma doença que afeta os olhos e acontece por conta da irregularidade da córnea, e com isso o paciente visualiza a imagem em vários focos e com a sensação de distorção e imagem borrada e estremecida.

Quando a córnea é normal, ela é redonda e lisa, mas os pacientes que sofrem de astigmatismo possuem a córnea em formato mais oval, como se fosse uma bola de futebol americano.

As pessoas que sofrem dessa doença enxergam todos os objetos e pessoas, independente de estar perto ou longe, de forma distorcida.

A doença é hereditária e junto com ela o paciente corre o risco de sofrer com miopia e também hipermetropia.

Existem diversos tipos de astigmatismo, e as classes são definidas pela estrutura assimétrica, astigmatismo meridiano e astigmatismo no foco dos meridianos principais. O profissional da oftalmologia, por meio de exames e diagnóstico é quem define qual o tipo de astigmatismo que o paciente sofre.

astigmatismo sintomas tem cura ?

 

Como se adquire

A causa pela qual a doença existe e é hereditária ainda é desconhecida pela medicina, mas o problema acontece por conta da má formação na córnea, que faz com que o paciente tenha os olhos focados em pontos distintos, mas que nenhum deles pode permitir a visão perfeita da pessoa, objeto ou lugar em que o paciente está de frente.

O astigmatismo pode surgir no nascimento e com o passar do tempo pode sofrer alterações. No dia a dia, a simples ação de coçar os olhos pode aumentar as chances do desenvolvimento da doença.

Por ser uma alteração na formação genética e já é considerado um problema hereditário, é essencial o cuidado e atenção nos casos em que já existe o histórico familiar.

Astigmatismo é um problema visual comum entre muitas as pessoas e também pode acontecer após processos cirúrgicos, como a cirurgia de catarata.

 

Sintomas

O principal sinal da doença é o paciente que visualiza os objetos, independente da distância em que estejam, de forma estremecida ou distorcida.

Junto com esse primeiro sintoma, é importante ficar atento a dores de cabeça constante, que acontece pelo esforço que o paciente realiza para enxergar as coisas.

Náuseas, sensação de lacrimejar os olhos e cansaço durante a leitura são outros sinais da doença. Notando essas dificuldades é essencial que o paciente procure um oftalmologista.

astigmatismo

 

Diagnóstico

Assim que o paciente detectar os sinais de astigmatismo deve procurar um médico oftalmologista, que poderá realizar os exames necessários, como o de refração, que ajuda a identificar o problema.

Se a doença afetar crianças ou pessoas que não corresponderem o exame de refração, devem realizar o exame de retinoscopia, que usa a luz para diagnosticar o problema.

 

Como é feito o tratamento

O tratamento do problema normalmente é feito com o uso de óculos que devolvem ao paciente a visão correta dos objetos e pessoas.

Alguns pacientes preferem, muitas vezes por estética, realizar o tratamento por meio do uso de lentes de contato.

Em alguns casos é recomendada a cirurgia refrativa, que vai trabalhar no remolde da córnea. A forma de tratamento é indicada pelo médico oftalmologista, pois vai depender de fatores como o grau e tipo do astigmatismo.

Existe também a opção de tratamento via laser. Vale entender junto com o médico quais são os riscos e benefícios desse tipo de tratamento. Qualquer processo de tratamento, seja cirúrgico, com óculos, lente ou laser deve ser indicado pelo oftalmologista que atende o paciente, pois algumas pessoas se baseiam no tratamento de amigos e familiares, mas não existe tratamento padrão, cada um é realizado de acordo com a situação do paciente.

Como prevenir

O problema é hereditário e acontece pela má formação genética de cada paciente.

Existem alguns alimentos, que se consumidos no dia a dia podem ajudar a retardar o desenvolvimento da doença, confira:

Alimentos que sejam ricos em zino, como lentilhas e queijo ricota são indicados para retardar a doença, assim como outros alimentos e na lista pode incluir camarões, fígado e castanha do Pará.

Na lista das vitaminas, cenoura, batata doce e espinafres são responsáveis pela vitamina A, e na a vitamina E, encontrada nos alimentos como pepino, amendoim e óleo de são alimentos que se incluídos na dieta do dia a dia também podem ajudar a prolongar a saúde da visão e afastar os riscos de sofrer de astigmatismo.

Não ficar muito tempo com a visão no computador, celular e televisão são medidas que contribuem para que a doença não seja rapidamente desenvolvida, pois essas ações cansam a visão e a luz dos aparelhos eletrônicos complicam ainda mais a questão de imagens distorcidas.

Algumas pessoas trabalham com computadores e não tem como evitar esse contato, nessa situação é importante procurar um oftalmologista que poderá indicar ações e cuidados que não colocam em risco a atividade profissional do paciente e consegue cuidar da visão, evitando o desconforto do astigmatismo.

3 comentários em “Astigmatismo | Sintomas… tem cura?

  1. Astigmatismo doença? Então quem nasce com problema em uma das pernas por exemplo é doente ou deficiente? A muleta seria o remédio? Algum “remédio” para astigmatismo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>