Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Artigos sobre Saúde > Doenças > Aneurisma Cerebral | Sintoma: Dor na Nuca!

Aneurisma Cerebral | Sintoma: Dor na Nuca!

O que é aneurisma cerebral?

Aneurisma é uma palavra que deriva do grego e remete a um sentido de “alargamento”. Quando há um “alargamento” em alguma artéria do cérebro, diz-se que existe um aneurisma cerebral. Este é, portanto, uma dilatação de artéria cerebral que pode ser focal ou também segmentar. É basicamente resultado de uma fragilidade na área ou devido à perda de elasticidade.

Este local dilatado e enfraquecido pode, facilmente, romper. Aí está o principal perigo do problema. Grande parte dos aneurismas é assintomático e somente são notados quando há a ruptura. Fato que aumenta ainda mais a preocupação com o mesmo. No momento da ruptura a perda de sangue costuma ser tão grande que poucas pessoas sobrevivem.

Quando o aneurisma é diagnosticado através de exames de rotina, este pode receber o devido acompanhamento médico. Dilatações pequenas são normais com o passar da idade e não tendem a gerar problemas tão imediatos. Eles irão crescer em tamanho e intensidade e precisam ser apenas monitorados. Já os maiores podem comprimir os nervos e também o tecido ao redor e gerar fortes dores de cabeça, formigamento e alterações visuais.

Os aneurismas cerebrais se diferenciam de acordo com o tamanho, a localização, o formato e também a causa. O mais frequente é o sacular e é uma espécie de bolsa na parede da artéria. Há também o falso aneurisma, o micótico, o fusiforme e o aterosclerótico.

aneurisma cerebral sintomas

 

Agente causador

O chegar de uma idade mais avançada é um fator que contribui enormemente para a perda de elasticidade e para a fragilidade da parede da artéria. A grade parte dos casos é, portanto, desenvolvido durante a vida. Existem alguns fatores de risco que, combinados a fatores estruturais, tendem a acelerar este processo.

Cigarro, hipertensão arterial, consumo excessivo de álcool e de drogas, uso de contraceptivos do tipo oral, stress elevado, esforços físicos em geral (até mesmo coito e defecação), lobulação e hemorragia subaracnoidea, são alguns destes fatores.

Algumas pessoas podem ainda já nascer com aneurismas cerebrais. São os do tipo congênito e tendem a progredir com o passar da vida. Mulheres estão ainda mais vulneráveis a esta situação. Há também relação com parentesco, portanto, caso haja existência de aneurisma na família, realize um exame para monitoramento de saúde. Diabetes, alterações no colesterol e doenças do colágeno são também fatores de risco.

 

Como se descobre a doença (diagnóstico)

Alguns aneurismas são assintomáticos, o que dificulta o seu diagnóstico. Muitas vezes eles somente são percebidos quando há a ruptura, neste caso pode ser tarde demais. A pressão e a velocidade com o sangue passa pelas artérias é tão grande que, caso haja o aneurisma cerebralrompimento, a perda de sangue é enorme.  Poucos chegam ao hospital a tempo. Por isto é importante à realização de exames de rotina para que quaisquer distúrbios possam ser previamente diagnosticados e acompanhados.

Quando há sintomas, pode ser indicado pelo médico especialista a realização de uma angiografia cerebral digital. Outro exame que pode ser pedido é a angiografia por ressonância magnética. Em certos casos o paciente já chega ao hospital em coma e, somente através de uma tomografia computadorizada do encéfalo, é que se pode chegar à causa do acontecido.

Existe a possibilidade de a tomografia computadorizada dar normal apesar da existência de um aneurisma. Nesta situação o especialista pode solicitar a realização de uma punção lombar, para análise do líquor. É importante a realização de exames de rotina para que uma situação como esta possa ser diagnostica precocemente e para que o problema receba o devido acompanhamento profissional.

 

Sintomas

A presença do aneurisma pode acabar pressionando os tecidos ao redor da artéria ou ainda comprimir os nervos da região. Com isto, um dos sintomas mais notados quando estes se manifestam é forte cefaleia. A compressão do nervo óptico pelo aneurisma pode causar sérios danos à visão, levando à perda progressiva da mesma. A dor de cabeça costuma evoluir e produzir rigidez na nuca e uma dor muito parecida com a da meningite na região.

Sintomas de isquemias cerebrais também são frequentes, já que coágulos podem se formar no interior do saco aneurismático. Alguns dos principais sinais de um aneurisma cerebral são, portanto:

  • Alterações na visão;
  • Queda da pálpebra (ptose palpebral);
  • Cefaleia;
  • Dor nas costas;
  • Dor na nuca;
  • Rigidez na nuca.

Diante destes sintomas procure por um médico especialista o quanto antes. O romper da artéria é frequentemente mortal. Quando não há morte as sequelas são terríveis. Não hesite em procurar por auxílio médico quando há algum destes sinais. Sua vida está em jogo.

 

Prevenção

Cuidar da alimentação e praticar atividades físicas são medidas preventivas para uma série de doenças. O aneurisma cerebral pode ser causado devido ao alto colesterol e ao stress, por exemplo, portanto, ingira alimentos saudáveis e pratique atividades que deixem você feliz. Corte o cigarro de vez da sua vida e muitas doenças deixarão de te assombrar. O consumo excessivo de álcool também precisa ser evitado.

Muitas vezes não há como se evitar esta situação, já que o enfraquecimento das paredes das artérias é frequente com o passar dos anos. O melhor a fazer é realizar exames de rotina para um devido monitoramento da saúde. Desta forma, artérias enfraquecidas recebem acompanhamento médico e os fatores de risco são cortados. Um aneurisma não diminui em tamanho, porém, suas complicações podem ser postergadas e o rompimento previsto.

 

Tratamento

Este varia de acordo com o tamanho e com as condições do paciente. Clinicamente um aneurisma não pode ser curado. Medidas são tomadas com o intuito de monitorar a gravidade e a extensão do mesmo. Caso haja necessidade, intervenções cirúrgicas devem ser feitas. Algumas são menos invasivas e realizadas via endoscópio. Outras necessitam da abertura de “janelinhas” no crânio para que o aneurisma seja bloqueado.

Após estes procedimentos o paciente deverá receber um acompanhamento médico para o restante da vida. É preciso ficar atento a novas possibilidades de ruptura, e os cuidados com a alimentação, com a pressão arterial e com ambientes estressantes não poderão ser deixados de lado.

Tags: , , , , , ,

21 Comentários

  1. Pedro Barrankievicz Neto disse:

    boa tarde. Como socorrista, como se pode fazer um atendimento pré hospitalar em uma paciente com possivel ruptura de um aneurisma, para elevar sua vida até chegar ao hospital?
    muito obrigado, fico no aguardo.

  2. Camila disse:

    Boa tarde,
    Minha mãe teve no mês passado uma aneurisma cerebral e teve a ruptura. Ela se sentiu mal, foi para o pronto socorro, tomou a medicação e depois de um tempo começou a sentir uma dor muito forte na cabeça e entrou em coma, foi encaminhado para a emergência e os médicos verificaram que o cérebro não estava funcionando, eles tiraram a sedeção na tentativa de voltar a funcionar para encaminhar ao centro cirurgico, mas depois de 02 dias teve a confirmação de morte cerebral.
    Realmente a prevenção nesses casos é muito importante, pois a 18 anos atrás ela também teve uma aneurisma, mas não teve rompimento e foi feito a cirurgia para colocar um “pino”, depois dessa cirurgia minha mãe só fez os exames nos primeiros anos e depois não fez mais. Talvez se tivesse continuado com a prevenção iria identificar nova aneurisma.
    Os médicos informaram que tem casos que são hereditários, de vez em quando eu tenho muitas dores de cabeça e dores na nuca, então já estou verificando a possibildiade de fazer também a prevenção.
    Grata, Camila

  3. Jose Da Silva Santos disse:

    Estou com dor aguda a mais de uma senana na nuca lado direto a 4 dedos da orelha, queria saber como remedia, obg
    Jose

    • Elaine Rodrigues disse:

      Tenho a mesma dor que o José da silva Santos, mas do lado esquerdo, sinto também nauseas e um pouco de tontura, as vezes tenho dificuldade de concentração, preciso parar e pensar pra lembrar oque tava fazendo! estou muito preocupada, se alguém puder me dar um conselho ou uma idéia do que pode ser seja, por favor me responda!

  4. Vicente Santos disse:

    Tenho dor inicialmente na nuca e depois vai mudando pra testa e fico meio tonto depois que passa a dor, que ´so passa com dipirona e repouso se não repousar não vai passar. Alguem pode me dizer o que é isso

  5. jane disse:

    eu sinto muitas dores digo umas pontadas parecendo que tem alguem emfiando uma agulha dentro de minha nuca queria saber o que poderia ser,tenho medo de ir ao medico chegando la ser uma cisa pior

  6. Guilhermina Silva disse:

    Tudo começa com uma dor de cabeça que evolui para rigidez na nuca, calafrios e febre, que passa com dipirona. Como devo proceder? E a segunda vez q acontece com intervalo de um dia. Me ajudem por favor. Grata.

  7. ana maria araujo dos santos disse:

    sinto muitas dores na nunca eu choro muto essa semana a dor voltou outra vez ja passei no posto de saude medi minha presao e normal nao sei o que faze mas ja tomei medicamento que o medico receito pra mim e forte nao adiantou nada o que que eu fazo dr.fico esperando sua resposta anteciosa

  8. margot disse:

    Sinto a uma semana dor na nuca todas as noite.

  9. marcia dos santos pereira disse:

    tenho uma má formação de veia artério venosa atrás da orelha do lado esquerdo da cabeça, e ela faz um barulho como uma cachoeira, ou um zumbido como se ouvesse uma orquestra dentro da minha cabeça e, eu ja fiz uma cirurgia, mas não adiantou pois não puderam tirar a veia pois, ela penetrou dentro do asso da cabeça e se eles a estancasse eu corria risco de uma hemorragia gravíssima por isso eles tentaram fecha-la mas não deu pois ela reapareceu, horas depois da cirurgia. Me ajuda por favor

  10. sonia valentim disse:

    meu filho Vinícius faleceu aos 16 anos, vítima de um aneurisma, jamais pensei que esse mal acometesse adolescente, estou muito triste, tentando entender se realmente foi uma fatalidade

  11. vivian disse:

    gostei muito do material

  12. Leonardo disse:

    Tive sindrome do panico a dois anos e tive alta medicatosa a 8 meses e a uma semana sinto dor na nuca e dor na cabeça.isso se trata de stress.

  13. marilia disse:

    Estou com dor aguda a mais de uma senana na nuca lado direto a 4 dedos da orelha, queria saber como remedia, obg

  14. Emanuel Collyber disse:

    ola, eu sinto dores na cabeça, pressão na nuca, tontura, injous, sonolencia, pressão nos olhos e devez enquando minha respiração do nada prende por entorno de 5 segundos com se tivesse um no 4 dedo abaixo do pescoço
    minha idade é 15 anos sinto isso desde os 13 so que não quero deixa minha mae preoculpada ai ela não sabe o que eu sinto

    porfavor mim responda

    • Mercedes Gonçalves disse:

      Olá Emanuel Collyber, acho sinceramente que você deve contar pra sua mãe e ir ao médico para ter um diagnóstico completo sobre seu problema, pense bem:- se for um caso grave, com certeza quanto mais cedo começar o tratamento, mais chance de cura e se não for nada grave você já perdeu 2 anos em preocupação. Sua mãe ficará muito magoada se souber que você não confia nela nem para contar um problema de saúde, além de sentir-se culpada em não perceber e te ajudar. Sou mãe e avó e sei muito bem como eh isso. Fale com ela o mais rápido possível, porque só ela vai poder te ajudar. Um forte abraço, coragem e boa sorte.

  15. rildo aluiso disse:

    eu tive aneurima, graças a Deus estou curado. Não se desespere pois hoje temos cura.

  16. iranilza disse:

    estou com dor na nuca constante , tive fratura na coluna a 22 anos, mas sinto dores frequentes estou muito preocupada com está dor na nuca e tenho muita tontura de passar uns tres dias com tontura

  17. Alexandra disse:

    Ola tenho 33 Anos e sofri de dores de cabeca ! Mas nas laterais do craniotomy comecando pelo pescoço , so k a Dois dias tenho acordado no meio da noite quase de manha com a sensacao das minhas costas estarem ardendo em febre e ao me levantar sinto uma dor no topo da cabeca k tb posso sentir na testa o que Pode ser

  18. Josi Oliveira disse:

    Olá!
    Uma vez sentir uma dor na nunca tão forte que achei que eu ia cair dura no chão.sinto.
    E também sentia uma pontas forte na cabeça e as vezes s

    Sinto uma dor tao forte de cabeçao que nao consigo andar…Ah e a dor na nunca ta

  19. Maria disse:

    Não posso rir muito que a minha nuca começa a doer .O pode ser ?

Deixe o seu comentário!