Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Artigos sobre Saúde > Doenças > Alergia à Poeira

Alergia à Poeira

O que é alergia à poeira?

Antes de falarmos sobre esta alergia vamos entender de uma forma mais geral o que vem a ser a condição. As alergias são basicamente uma resposta, ainda que exagerada, do sistema imunológico a alguma alteração. Dentre estas alterações podemos destacar, por exemplo, mudanças climáticas, picadas de insetos, cheiros desagradáveis, ingestão de alimentos e uso de medicamentos.

As alergias respiratórias são as mais comuns, sendo que também existem muitas pessoas que são alérgicas a certos alimentos e insetos. A asma, a rinite e a sinusite são algumas das alergias respiratórias mais frequentes. Os sintomas recorrentes destas condições são falta de ar, nariz entupido, coriza, espirros e coceira no nariz. Algumas vezes as alergias podem se parecer bastante com uma gripe ou resfriado.

A alergia à poeira é uma condição do tipo respiratória e os ácaros são os principais agentes que levam à ela. Estes são seres bem pequeninos que se multiplicam e vivem em locais úmidos ou não e empoeirados. As cortinas, os tapetes, os sofás e os bichinhos de pelúcia, por exemplo, são os lugares preferidos destes microrganismos.

 

Sintomas

Os sintomas da alergia à poeira são basicamente fáceis de serem identificados. Procurar por auxílio médico é algo imprescindível, já que viver com esta condição é bastante incômodo. Além disto, é preciso verificar o que realmente vem provocando os efeitos, de forma a excluir outras possiblidades mais preocupantes.

Dentre os sintomas da alergia à poeira podemos destacar, por exemplo:

  • Dificuldade para respirar;
  • Chiados vindos do peito;
  • Tosse;
  • Nariz congestionado e coçando;
  • Olhos lacrimejando e coçando;
  • Eczemas na pele e coceira.

Geralmente estes sinais surgem quando a pessoa vai arrumar a cama ou depois de acordar. Mexer nos bichinhos de pelúcia ou tirar o pó da casa são também situações que podem levar ao desencadear de uma crise. Quanto mais úmido e fechado for o local, mais ácaros poderão estar habitando lá. Cinemas, bibliotecas e transportes públicos são ambientes propícios para tanto, sendo que devemos ter atenção redobrada nestas situações.

Alergia a Poeira

 

Recomendações

Quem sofre de alergia à poeira deve tomar algumas medidas para evitar que uma nova crise seja desencadeada. É importante, por exemplo, tirar os carpetes do quarto antes de dormir e lavar os lençóis, as fronhas e os travesseiros com certa frequência.

Aspirar o chão e manter a casa sempre limpa e arejada são também medidas de extrema importância. Alguns colchões possuem a opção de uso de capa antialérgica, considere isso para o seu bem estar.

O tratamento das alergias visa o controle dos sintomas. Para evitar novas crises é imprescindível cuidar do meio em que se vive, de forma a ter o mínimo contato possível com poeira. Milhões de pessoas em todo o mundo sofrem com alergia à poeira. Consultar um médico para receber a orientação mais adequada é o melhor que se tem a fazes nestas circunstâncias. A alergia à poeira incomoda bastante, assim como as outras alergias respiratórias. Procure andar sempre com lenços de papel no bolso e evite locais pouco arejados.

TEMOS MAIS ARTIGOS PARA VOCÊ:

Um comentário em “Alergia à Poeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>