ÁCIDO ÚRICO ELEVADO

Você está em: Saúde, Doenças e Medicina > Doenças > ÁCIDO ÚRICO ELEVADO

Ácido Úrico

O ácido úrico é uma substância que o corpo humano produz naturalmente. Entretanto, quando há alguma variação do nível normal da substância no sangue, muitas complicações médicas podem surgir. Neste artigo vamos falar um pouco a respeito do ácido úrico considerando os seguintes tópicos:

 

  • Como se forma o ácido úrico;
  • Quais complicações podem surgir;
  • Quais são os sintomas;
  • Como é feito o diagnóstico;
  • Como é o tratamento;
  • Como prevenir.

 

Como se forma o ácido úrico?

Esta substância é produzida naturalmente pelo corpo humano através da quebra das moléculas de purina. A purina é uma proteína encontrada na composição de diversos alimentos. Quando esta é quebrada pela enzima que recebe o nome de xantina oxidase, após um período torna-se sem função e, com isto, é degradada. Desta forma, a purina acaba se transformando em ácido úrico. Certa quantidade de ácido úrico deve permanecer no nosso sangue. O restante é eliminado através da urina.

ácido urico

Ácido úrico em alta quantidade no sangue não é bom. Em baixa quantidade também não. O nível da substância varia de acordo com a frequência e a quantidade de urina expelida, de acordo com a produção da substância ou devido à interferência de medicamentos, por exemplo. Nestes casos de irregularidade no nível de ácido úrico, diversas complicações podem surgir.

 

Quais complicações podem surgir?

Fatores como obesidade, diabetes, acromegalia, ingestão excessiva de álcool, alimentação ou hipertensão influem na variação de quantidade de ácido úrico no organismo. Medicamentos e pouca ou muita urina expelida também são pontos que devem ser levados em consideração quando há suspeita de complicações médicas devido ao ácido úrico.

Quando a substância está em excesso no organismo, pequenos cristais são formados em locais específicos. Estes cristais possuem a aparência de agulhas bem finas e são formados de urato de sódio. Normalmente, o depósito dos cristais está localizado em lugares como rins, pele e articulações. O excesso de ácido urino no sangue recebe o nome de hiperuricemia e a falta recebe o nome de hipouricemia.  Algumas das complicações que podem ter relação são, por exemplo, insuficiência renal, artrite úrica, policitemia, toxemia gravídica, leucemia, acidose metabólica, litíase, doença úrica renal crônica e aguda, gota, psoríase, anorexia, cálculos renais, entre outras.

 

Quais são os sintomas?

O depósito destes cristais gera dores agudas em locais como joelhos, calcanhares, dedos dos pés e pernas. Entretanto, qualquer articulação pode ser atingida. Doenças como gota não acometem qualquer pessoa com hiperuricemia. As complicações provenientes deste quadro muitas vezes dependem de fatores genéticos e, geralmente, atacam mais os homens do que as mulheres.

Outro sintoma relacionado ao excesso de ácido úrico é inchaço e inflamação local. Urina muito concentrada também pode ser um grande indicador de que algo está errado.

 

Como é feito o diagnóstico?

Através de um exame de sangue é possível se analisar os níveis de ácido úrico no organismo. Tomando como base as quantidades consideradas normais, pode-se chegar ao diagnóstico de algum transtorno proveniente da variação.

 

Como é o tratamento?

acido urico carne e churrascoO uso de diuréticos e de anti-inflamatórios pode ajudar na regularização dos níveis e no controle das inflamações.  Pessoas com níveis anormais de ácido úrico devem evitar consumir alimento ricos em purina como carnes vermelhas, miúdos, frutos do mar e peixes, por exemplo.

Leite e derivados ajudam na eliminação da substância, portanto, devem ser incluídos na dieta. Alimentos saudáveis também são bem vindos, pois se deve combater a obesidade nestes casos. Alguns medicamentos que inibam ou aumentem a produção de ácido úrico também pode ser indicados quando necessário.

 

Como prevenir?

Beber sempre bastante água ajuda na eliminação de substâncias diversas através da urina. Alimentos não industrializados, frutas, verduras e legumes devem fazer parte da dieta de todas as pessoas. Praticar atividades físicas ajuda a combater a obesidade e, consequentemente, complicações como as relacionadas ao ácido úrico. Consuma bebidas alcoólicas moderadamente, principalmente as que são ricas em purina, como a cerveja.

Estando diante de qualquer sintoma, consulte um médico especialista. Não realize automedicações. Somente um médico poderá avaliar corretamente seu estado e prescrever o tratamento adequado. Consultas periódicas ao médico e exames de rotina ajudam no diagnóstico precoce e no tratamento de doenças. Esteja em dia com a sua saúde. Ela deve vir sempre em primeiro lugar.

 

Tags: , , , , , ,

7 Comentários

  1. maria vieira riedtmann disse:

    Por favor, gostaria que vcs. pudessem me orientar que tipo de clinico especifico para que eu possa fazer uma consulta e procurar tratamentos . desde já fico no aguardo, obrigada

  2. Katia Costa disse:

    minhas joias estam ficando tudo preta falaram que era acido urico,me ajude me enviando uma resposta .

  3. lizete disse:

    Boa noite. Tenho dores nos joelhos, no dedo polegar, e no ombro direito. Sinto devez enquanto dores e ardor no oeito. Podera ser acido urico elevado?

  4. lizete disse:

    Boa noite. Tenho dores nos joelhos, no dedo polegar da mao esquerda e no ombro direito. Sinto devez enquanto dores e ardor no peito. Podera ser acido urico elevado?

Deixe o seu comentário!